A MOTIVAÇÃO É O PONTO DECISIVO NA SUA PREPARAÇÃO! ENTÃO, MOTIVE-SE!!!

A motivação é fundamental para se dedicar aos estudos. Quando a perdemos, nossa vontade de estudar diminui ou até desaparece. A seguir algumas dicas para manter a motivação para estudar para concursos.

Dicas de motivação para estudar para concursos
Mantenha o foco
Para ter vontade de estudar, não perca o foco lembrando-se sempre dos motivos que te levaram a escolher determinada carreira pública. Por exemplo, se você está interessado no concurso da Polícia Federal ou do INSS , devido à remuneração e à estabilidade, escreva em um papel os motivos que o levaram a optar por este concurso e coloque-o próximo ao seu local de estudos:
REMUNERAÇÃO: R$ 7.600,00 por mês
Confie em você
Ninguém confia mais em você do que você mesmo.É importante que você acredite que passará no concurso como resultado de seu esforço. Ser aprovado é mais do que sorte: é estudo, treino e dedicação.Você é capaz desde que estude o necessário.A grande vantagem da carreira pública em relação à privada é que só depende de você: não precisa ter boa aparência, condução própria, ser simpáticos e não há entrevista; basta passar no concurso.
Imagine-se aprovado
Imagine-se na carreira pública que escolheu e a sensação de dever cumprido com a sua aprovação no concurso e de todas as mudanças que ocorrerão. A lembrança destas imagens e de seus sonhos serão bastante motivadores durante seus estudos.
Não pense somente em um concurso
Geralmente o candidato começa a se preparar para concursos escolhendo uma determinada carreira. Porém, é importante que o estudante tenha em mente que:
· existem vários concursos públicos acontecendo diariamente nos mais de 5.500 municípios, nos estados e na União; (Mas pelo amor de Deus, Munípio ou Estado só se você estiver passando fome, do contrário dedique-se, apoie-se no Alfa Concursos Públicos e vá para a carreira federal -risos-)
· quando você estuda as matérias comuns está se preparando para vários concursos; (PORTUGUÊS, RLM, CONHECIMENTOS GERAIS, INFORMÁTICA, ADMINISTRATIVO E CONSTITUCIONAL)
Assim, aproveite as oportunidades e preste todos os concursos que achar interessante. Além de ser um ótimo treino, existe a chance de ser aprovado, nomeado e continuar estudando para a carreira mais desejada como funcionário público, recebendo e gozando dos direitos de um servidor público.
Você pode aprender qualquer matéria do concurso
Ao iniciar seus estudos o candidato se pergunta: mas como aprenderei estas matérias? Como aprender Direito sem ser advogado? Como aprender Matemática Financeira sem ser matemático?
É importante lembrar que quando você estuda uma matéria para o concurso você estuda para passar na prova e não para exercer a profissão relacionada com a matéria. Assim, o que torna possível que um candidato que não seja advogado tenha êxito em uma prova de Direito é que cai na prova somente a lei (e não a prática).
O mesmo ocorre com a Matemática Financeira e com uma característica importante: não é permitido o uso de calculadoras. Assim, mesmo que o candidato saiba a matéria tem que praticar.
Dicas de motivação para estudar para concursos
Organize seu tempo de estudos e descanso
É fundamental organizar o seu tempo de estudo e de descanso.Verifique periodicamente o seu planejamento do tempo de estudos e, se necessário, faça uma nova programação mais adequada à sua realidade.Constate o seu progresso: o que falta estudar e o que já estudou.O acompanhamento do seu rendimento é muito importante para a sua motivação.
Não pense no total de concorrentes
Hoje em dia os concursos públicos costumam ter muitos inscritos. Dividindo o total de inscritos pelo total de vagas temos a relação candidato por vaga, isto é, quantos disputam cada vaga. Não pense nesta relação durante seus estudos. Provavelmente você ficará preocupado e isto afetará negativamente sua motivação. Esta relação induz a erro pois, além destes candidatos não estarem igualmente preparados, temos que:
· 10% a 20% dos candidatos não comparecem ao concurso. Isso mesmo: pagam pela inscrição e não comparecem. Este fato ocorre por vários motivos como a falta de acompanhamento do concurso (o candidato nem soube da prova) ou pelo desânimo daqueles que se inscreveram por impulso, não estão preparados e sabem que não têm chances de aprovação;
· a maior parte dos candidatos não está preparada e vai fazer a prova contando somente com a sorte. Estes não oferecem uma concorrência real. A probabilidade de acertar todas as questões da prova chutando é menor do que de acertar na SENA. Lembre-se que o concurso tem matérias e formas de abordagem que se o candidato não estudou, terá grandes dificuldades para resolver.
Pense no concurso como mais uma prova
No lugar de imaginar todos aqueles concorrentes que estão interessados na sua vaga procure imaginar o concurso como mais uma prova dos tempos de colégio ou faculdade. Imagine que é uma prova que você tem que tirar uma determinada nota para passar como, por exemplo, nota 8 (aliás, acertar 80% da prova é uma nota que garante a aprovação na maioria dos concursos).
A vantagem de ver um concurso desta forma é que passa a depender somente de você, de seus estudos e seu desempenho na prova.Encarar o concurso desta forma torna a sua aprovação possível.

DICAS PARA QUEM VAI FAZER O SIMULADO DO BANCO DO BRASIL!

Meus caros leitores, vou postar aqui algumas dias valiosas para quem vai fazer o simulado nesse domingo dia 30 de Janeiro. Essas dicas servem igualmente para quem não poderá ir ao Alfa Concursos Públicos presencialmente e realizará o simulado aqui pelo site. Lembrando que postarei o simulado aqui no mesmo horário da prova presencial, ou seja, as 14 Horas. Só faço uma observação: “Nada substitui o simulado presencial!”

Dessa forma, o simulado tem várias funções sendo a última e de menos importância avaliar o conhecimento do aluno. Assim, o simulado tem como funções primordiais ensinar o concursando o tempo de provas, as técncas de se fazer a prova, como se portar no momento da prova e uma série de programações que farão toda a diferença no dia do certame.

Segue as dicas:

Cada pessoa tem uma maneira própria de se organizar e fazer uma prova, porém há determinadas condutas que, de maneira geral, podem auxiliar no desempenho dos candidatos. A partir do momento em que o exame tem início é imprescindível manter a calma para ter concentração e obter um bom resultado. Obviamente o simulado será complexo uma vez que foi formulada de modo a avaliar seus conhecimentos, mas para você a prova representa a estrada que te levará para uma nova vida e não deve ser considerada um empecilho.
Concentre-se somente na sua prova e em você mesmo, não deixe que candidatos sentados próximos ou mesmo o fiscal absorvam sua atenção. Normalmente, existe um mínimo de acertos em cada disciplina para que o candidato seja aprovado, portanto, leia atentamente todas as questões, mas se não souber responder alguma não se apavore, não é aconselhável que perca muito tempo nessas, faça as questões que sabe e deixe as complicadas para o final.
Ao ler as questões não se esqueça de respeitar seus limites; se costumar cansar rápido, é melhor resolver as questões com cálculos primeiro, para não correr o risco de errá-los por falta de concentração. Geralmente os textos de provas de concursos públicos referem-se a várias questões, uma alternativa para otimizar o tempo é ler as questões inicialmente e depois o texto, já que, muitas vezes, não é necessária a compreensão integral do texto para respondê-las.
Ainda que a preocupação com o tempo seja constante durante toda a prova, não se apresse no sentido de se libertar rápido. É sempre apropriado repassar as questões já resolvidas, via de regra há tempo para isso. É importantíssimo reservar um tempo razoável para preencher o gabarito de provas de teste, se fizer isso com pressa pode errar séries inteiras de questões. Seja sempre objetivo! No período de realização da prova sua meta é acertar as questões. Se, ao começar a resolver a prova, deparar-se com muitas questões difíceis, não entre em pânico. A prova é igual para todos.
Conclusão: Meus caros concursandos, se você se preparou a contento, fique tranquilo! Do contrário, continue estudando até estar a ponto de passar em um bom concurso. Lembre-se que a preparação média é de 8 meses a 2 anos de preparação. Fique frio que uma hora você terá “sorte”.
P.S: A nossa sorte se reveste de uma única forma: Quando a nossa preparação encontra a oportunidade certa, por isso, não se estuda para passar, mas até passar!
Evandro Guedes
Professor de Direito Administrativo
Diretor do complexo de ensino Alfa Concursos Públicos e Alfa On-Line

COMO ARREBENTAR COM SEU MATERIAL DE ESTUDO DE UMA FORMA POSITIVA!

Estudar para concurso público não é tarefa fácil. Todos nós sabemos que para ter sucesso é preciso muita motivação e disciplina. Após a definição do que se quer, isto é, estudar para vários concursos ou escolher um certame específico, o concursando dá início à procura por um curso preparatório que possa ajudá-lo nessa empreitada. Contudo, há ainda aqueles, que por preferência e/ou condições diversas, estudam sozinhos. Vale lembrar, que um bom curso preparatório além de dar o caminho certo para a preparação também dá a motivação que você precisa para não desanimar! Continuar lendo

DICAS DE PORTUGUÊS COM O PROFESSOR DE DIREITO ADMINISTRATIVO!



O que há de errado na frase: “Agradecemos a preferência”?


Agradecemos a preferência. 
Vamos aprender a agradecer em bom português. Muita gente boa agradece mal aos seus clientes por falta de conhecimento de transitividade verbal.

O verbo agradecer, nessa construção, possui outra regência, que o transforma num transitivo indireto acompanhado de um adjunto adverbial de causa. Na frase errada, acima, o agradecimento é dirigido à causa (= a preferência) e não ao seu agente (= o cliente ou os clientes).

 

Para agradecer, corretamente, deve-se escrever assim:

 


Agradecemo-lhes pela preferência. 
ou 
Agradecemos aos nossos clientes pela preferência.