Depoimento aprovado para a segunda fase do TJ SP

Nome: Fabio Luiz Arraes Giavoni capa_depoimento_fabio_tj_sp
Idade: 26 anos
Cidade/Estado: São Paulo/SP

Meu nome é Fabio Luiz Arraes Giavoni. Sou de Sou de São Paulo/SP e tenho 26 anos. Fui aprovado no concurso do Ministério Público de São Paulo de 2015 e agora aprovado no concurso do Tribunal de Justiça de SP para a prova prática. Sou casado com uma esposa que me apoia muito, e esse apoio é fundamental.

Comecei a estudar para concurso em 2012 para melhorar a minha situação financeira.
Nessa época minha preparação era bastante falha. Não fazia resumos, nem tinha um cronograma de estudos. Mesmo assim, depois de ralar bastante, fui aprovado em um concurso municipal. Depois veio o TJSP 2014 e fui reprovado. Foi então que procurei o AlfaCon online e as coisas começaram a mudar. Com o grande Evandro Guedes aprendi a me organizar e a priorizar as matérias de maior peso no edital. Assisti a aulas excelentes, melhorei meu desempenho de língua portuguesa e consegui minha nomeação no MPSP, concurso de 2015. Depois disso não parei mais e estou na segunda fase do TJSP 2017.

Tinha todos os materiais e aulas necessários para conseguir minha aprovação. Assisti muitas vídeo aulas e fiz muitos resumos, além da resolução de questões, que é essencial. Tive meus momentos de querer desistir, mas a vontade de crescer sempre me manteve (e ainda me mantém) no caminho certo.

É difícil, durante a preparação, abrir mão de muita coisa. Em várias ocasiões precisei optar por ficar em casa estudando, sozinho, em vez de sair com meus filhos e aproveitar o final de semana, por exemplo.

Tentei outros concursos antes da minha aprovação. Presto provas a cada 2 ou 3 meses para não perder o ritmo. Para esse concurso do TJ SP, Comecei a estudar assim que fui reprovado no TJSP 2014. Como sabia da periodicidade do concurso, tinha certeza que meu esforço seria recompensado.

Conheci o Alfacon por anúncio no metrô de São Paulo. O AlfaCon foi muito importante, com destaque para dois aspectos: ensinou-me a organizar meus estudos e me auxiliou nas matérias básicas, como português e raciocínio lógico, onde eu perdia mais pontos.

Utilizei algumas técnicas específicas para aprender e memorizar o conteúdo, para facilitar o aprendizado. Gosto muito de resumo por palavra-chave, que é como um mapa mental, porém mais simples. Os mapas mentais são ótimos, porém dispendiosos e o resumo por palavra-chave é fácil de fazer e com resultados excelentes.

A maior dificuldade que enfrentei no período que estudei foi a falta de tempo, sem dúvida, por conta de conciliar estudo para concursos, faculdade e trabalho.

Quando o concurso estava se aproximando, foquei, nos últimos dias, nas questões e no dia anterior à prova deixei a ansiedade vir à tona. É uma técnica estranha, mas funciona para mim. Ao invés de evitar o nervosismo, tento utilizá-lo para me motivar.

Cometi muitos erros (como tentar estudar o edital todo, o que é desnecessário), mas o que realmente fez a diferença foi a organização. Você precisa saber quando, o quê e como estudar, do contrário é uma perda de tempo sem resultados úteis. E isso o Alfacon sobre me direcionar muito bem.

Minha dica é que você evite se comparar com outros candidatos. Compare-se a si mesmo, porque o que importa mesmo é melhorar sempre. Dessa forma, é questão de tempo até a aprovação!

 



Os comentários estão encerrados.