Quer um pouco de motivação e inspiração? Conheça a história de um alfartano aprovado!

índiceSabe aquela dose de motivação diária que é tão importante para ajudar a manter a dedicação e foco nos estudos? Hoje temos uma história que – com certeza – vai cumprir este papel. O Gustavo Sávio estuda para Carreiras Policiais com o AlfaCon há 4 anos e, assim como muitos de vocês, passou e passa por várias dificuldades e até pensa em desistir, mas resiste e passa por todos os problemas, e essa persistência toda o fez conquistar a aprovação no concurso da Polícia Civil de Pernambuco. Conheça um pouco mais sobre esta história contada pelo próprio alfartano.

AlfaCon: Conte-nos um pouco sobre você. De onde é? Qual é a sua idade? Tem formação superior? Por que decidiu estudar para concurso público?
Gustavo Sávio: Meu nome é Gustavo, tenho 31 anos, sou formado em Logística (tecnólogo) e decidi estudar para concursos em 2009 para concorrer a uma vaga de soldado da Polícia Militar de Pernambuco – cargo que ocupo atualmente – a fim de adquirir uma estabilidade financeira.

AlfaCon: Quanto à Polícia Civil de Pernambuco, como foi a sua preparação?
Gustavo Sávio: Desde que foi veiculado que sairia este concurso da PC-PE iniciei meu estudo focado nele, contudo, já vinha estudando antes para as Carreiras Policiais, mais especificamente para a Polícia Federal. Consegui montar um plano de estudo que se adaptou a minha rotina, com duas vídeoaulas diárias e estudo dirigido das aulas que assisti, sem privilegiar essa ou aquela matéria, dividindo o tempo igualmente a todas da grade de maneira rotativa, como ensinado pelo AlfaCon.

AlfaCon: Você apenas estudava ou precisava conciliar os estudos com trabalho? Como conseguia conciliar?
Gustavo Sávio: Nunca tive a oportunidade de apenas estudar, sempre precisei trabalhar, até porque não venho de uma família abastada. Lembro que na época do concurso da PM-PE eu trabalhava o dia todo e quando terminava ia direto para a faculdade. Meu tempo de estudo era no ônibus e metrô que pegava para ir e pra voltar para casa. Já para este da PC-PE, como trabalho por escala, tirava meus dias de folga para me dedicar aos estudos, mas sempre dava um jeito de ler ou ver alguma aula durante o expediente (e continuo fazendo).

AC: Você estudou com quais materiais? Seus materiais e aulas tinham todo o conteúdo necessário para conseguir a aprovação?
Gustavo Sávio: Sempre estudei com os materiais do AlfaCon – e apenas dele. São suficientes para fazer uma excelente prova e conseguir a tão sonhada aprovação.

AC: Você esteve motivado durante todo o período e preparação? Pensou em desistir? O que o desmotivou? O que o manteve ou o fez voltar a ficar motivado com os estudos?
Gustavo Sávio: Motivação é algo que temos que renovar a cada dia, a cada amanhecer, mas confesso que não é fácil. Pensar em desistir passou sim por minha cabeça devido às dificuldades do dia a dia, mas, como não sou de conformar-me com pouco, eu olhava para minha esposa e família e logo essa desmotivação passava.

AC: Durante a preparação sabemos que é preciso abrir mão de muita coisa, amigos, família, festas, enfim… como foi este período para você? Pode nos dar exemplo? Como enfrentou as dificuldades?
Gustavo Sávio: Essa é uma verdade, a abdicação anda junto com o estilo de vida do concursando. Passei por vários momentos desses, como almoços em família, festas de aniversário, finais de semana na praia, viagens… enfim, é triste você querer participar e não poder, entretanto, o sabor de dever cumprido e o gosto da vitória compensam. Faria tudo novamente.

AC: Você é casado, namora, mora com os pais? Sua família, amigos ou as pessoas que são próximas aceitaram essa sua rotina de estudos? Apoiaram? Teve alguém que acabou se distanciando?
Gustavo Sávio: Sou casado. Durante essa jornada sempre tem pessoas que não entendem o projeto de vida que você traçou para vencer, então acabamos nos distanciando, no entanto, as pessoas mais importantes para mim (esposa e família) sempre souberam que essa escolha no final valeria a pena e, explícita ou implicitamente, me apoiaram.

AC: Você tentou outros concursos públicos antes do Polícia Civil de Pernambuco? Como foi a sua experiência?
Gustavo Sávio: Sim, como falei, sou policial militar de Pernambuco e antes da PC-PE fiz a prova do INSS porque queria testar meus conhecimentos nos conhecimentos básicos, já que era o núcleo do que eu vinha estudando e, para a minha surpresa, dos mais de 18 mil inscritos para as 3 vagas da gerência de Recife fiquei numa colocação aproximada de 134º, nada mal. Vale destacar aqui que também fiz a prova de Agente da PF em 2014, onde acabei deixando 30 questões em branco e não passei por dois pontos. Vida que segue!

AC: Como conheceu o AlfaCon?
Gustavo Sávio: A primeira vez que vi o AlfaCon foi através da correção da prova de Agente da PF de 2012, concurso que também fiz, mas levei ponto de corte porque não conhecia o universo profissionalizado dos concursos, apenas comprei uma apostila na banca de revista quando soube que o edital já estava aberto, estava a 30 ou 40 dias da prova.

AC: De que forma o AlfaCon te ajudou nessa jornada?
Gustavo Sávio: O AlfaCon é responsável por grande parte do meu resultado, desde as vídeoaulas, materiais didáticos, aulões ao vivo e um presencial aqui em Recife. Sem vocês eu não conseguiria chegar a conquista de hoje.

AC: Utilizava alguma técnica específica para aprender e memorizar o conteúdo?
Gustavo Sávio: Nunca fiz nada específico para assimilar os assuntos, apenas seguia o que a equipe orientava quanto à “escadinha do sucesso”.

AC: Qual foi a maior dificuldade que enfrentou no período em que estudou?
Gustavo Sávio: Acredito que nada diferente da grande maioria dos alfartanos, que é conciliar os estudos com o trabalho e as dificuldades financeiras.

AC: O que fez para superar esses obstáculos?
Gustavo Sávio: Não abria mão do meu horário de estudo e tentava tirar serviços extras para conseguir compensar a falta de dinheiro, até para bancar com os custos dos estudos.

AC: Quando o concurso se aproxima sabemos que é difícil controlar a ansiedade, nervosismo e até mesmo a insegurança. Como foi para você? Como superou? Potencializou o estudo nos últimos dias ou tentou relaxar um pouco?
Gustavo Sávio: Rapaz, foi uma tensão grande! Tive tudo isso: ansiedade, nervosismo, insegurança. Parece que quanto mais você estuda menos você sabe, mais burro fica, que não vai dar, não vai conseguir…  Eu não tinha muita alternativa a não ser estudar e esperar o dia da prova, a minha parte estava sendo feita. Eu não consigo parar para relaxar, estudo até os últimos minutos antes da prova, sempre tem algo a ser visto ou revisto. Ahhh! E no dia anterior ao certame eu me isolo, quase não falo nem mesmo em casa, apenas o necessário. É concentração total. Estranho, né? Mas funciona comigo, evita distrações.

AC: O que foi realmente efetivo na sua preparação?
Gustavo Sávio: Sem dúvida o comprometimento em assistir todo o curso do AlfaCon e fazer o complemento com o material didático, também do AlfaCon.

AC: Qual dica você deixa para aqueles que estão nesta caminhada com o AlfaCon rumo à aprovação?
Gustavo Sávio:
Pessoal, vale a pena! Acreditem e sigam as orientações da equipe AlfaCon, façam o simples que dá certo! Não desistam, não saiam da fila, sua vez vai chegar! Dificuldades todos nós temos, o que vai fazer você se diferenciar dos demais e conseguir um resultado positivo será o quanto você se dedica, o quanto você está disposto a perder hoje para conquistar um amanhã melhor. Alfartanos… Força!



40 comentários sobre:
Quer um pouco de motivação e inspiração? Conheça a história de um alfartano aprovado!

  1. Rodrigo josé Gomes dos Anjos comentou em :

    Acompanhei de longe toda essa dedicação do meu irmão se isolando várias vezes de festas e eventos. Achava que ele estaria perdendo com isso. Mas hoje vejo seu sucesso de perto e só tenho de lhe aplaudir de pé e parabenizar pelo seu esforço onde foi recompensado. Não será surpresa pra mim vim lhe parabenizar outra vez, pois sei que pra você não tem limites.

  2. Rodrigo Belem comentou em :

    Tio Evandro Vem Pra Belem Agora SOU MAIS.

  3. *Allan Reis =* Monitor Online-RJ comentou em :

    Lustosa foi Comer um PODRÃO! alí na esquina de cascavel! HAUHahuahuah

  4. *Allan Reis =* Monitor Online-RJ comentou em :

    Evandro, para as carreiras policias é mellhor Deixar pra ver no curso regular AFO, ADM e ARQ por último?

  5. Leticia de Souza Guterro comentou em :

    Alguma indicação para área de segurança no nível médio (sem ser militar) que poder ter nos próximos anos…

  6. Viviane Cirico - Americana - SP comentou em :

    Leandro, estou comprando o TRE-SP regular e o combo de apostilas e o cupom para as apostilas não entra, o que eu faço? é isso mesmo? para apostilas no combo o desconto não vale?

  7. *Allan Reis =* Monitor Online-RJ comentou em :

    Seja bem-vindo ao blog, Alfartano!!

    A equipe pede que, ao comentar, você esteja devidamente identificado com uma foto SUA e a CIDADE/ESTADO ao lado do seu nome.

    Digite a palavra “GRAVATAR” ali em cima no campo de pesquisa do blog, e siga o tutorial, é simples.

    ***tem que ser uma foto sua, ok? Não vale paisagem, cachorro, brasão etc.

    Obrigado por colaborar conosco!

  8. Leandro Holmes ☕ - Monitor Online Alfacon - João Pessoa/PB comentou em :

    CUPOM: SEJAMAIS

    Sou mais 40%

    CUPOM: ADEUS2016

    50% para os cursos online e 30% para as apostilas;

    *não é válido para os módulos isolados.

  9. Viviane Cirico - Americana - SP comentou em :

    Gente, aquele desconto que o Chê mandou por e-mail no SOU MAI CARREIRAS POLICIAIS foi covardia, eu sou de Tribunais. Tô quase chorando por este motivo.

  10. Viviane Cirico - Americana - SP comentou em :

    O Chê e o Thállius estão comportados, neh! Por que será?