#VidaNoOnline – Participe!

img_video
Alfartanos, já temos vários depoimentos de alunos que estudam pelo online, mas ainda não temos o seu depoimento. Participe deste projeto e nos conte um pouco sobre o seu dia-a-dia nos estudos para concurso e qual o cargo que você almeja.

Neste feriado e final de semana todos que enviarem seus depoimentos para o #VidaNoOnline ganham uma assinatura de 6 meses do site www.qstao.com.br e garantem a participação nos próximos simulados exclusivos!



359 comentários sobre:
#VidaNoOnline – Participe!

  1. EdsonCeiDF comentou em :

    Perde o pênalti Toty. O Sport está na final.

  2. Nathalie - RJ comentou em :

    Dona de casa inscrita como segurada facultativa do RGPS poderá recolher contribuições em atraso, desde que a primeira contribuição tenha sido recolhida sem atraso e não seja ultrapassado o prazo de seis meses após a cessação das contribuições. CERTO.

    • Nathalie - RJ comentou em :

      D3048/99, Art.11 § 4º Após a inscrição, o segurado facultativo somente poderá recolher contribuições em atraso quando não tiver ocorrido perda da qualidade de segurado, conforme o disposto no inciso VI do art. 13.

      Acho que o gabarito deveria ser ERRADO porque poderia então ter ultrapassado os seis meses porque só perderia a QS no 16° dia do 8° mês. ??

  3. Maria Helena - Patos/PB comentou em :

    (CESPE – 2014 – POLICIA FEDERAL) A prestação de assistência religiosa nas entidades civis e militares de internação coletiva pode ser considerada exemplo de norma constitucional de eficácia limitada. (CERTA)
    (CESPE – 2016 – TRT 8ª Região) Conforme inciso VII do artigo 5º da CF,”é assegurada, nos termos da lei,a prestação de assistência religiosa nas entidades civis e militares de internação…

    • Maria Helena - Patos/PB comentou em :

      …coletiva”. Considerando-se a aplicabilidade das normas constitucionais e os critérios doutrinários de classificação, é correto afirmar que o referido dispositivo constitui norma:
      Gabarito: C) De aplicabilidade imediata

    • Maria Helena - Patos/PB comentou em :

      Senta e chora? –‘

    • ALLAN REIS - MONITOR ONLINE - RIO DE JANEIRO comentou em :

      Não maria! a cespe tem o posicionamento de ser de quanto à eficácia LIMITADAa quando se refere, porém a aplicabilidade/aplicação ela parece adotar o posicionamento de ser IMEDIATA.

    • Maria Helena (Patos - PB) comentou em :

      Aí que ta.. Dentre as alternativas tinha: eficacia limitada

    • Thiago Carreiro - Teresópolis RJ comentou em :

      Boa tarde !

      De acordo com a CF em seu § 1º As normas definidoras dos direitos e garantias fundamentais têm aplicação imediata.

      Mas realmente fica difícil entender o posicionamento rs.

  4. Leticia Teixeira - Monitora Alfacon Online - Salvador/Bahia comentou em :

    Bom dia, guerreiros!

    • Ludmila Santiago - S.M.A - Goiás comentou em :

      Bom diaa!

  5. Geovane Bispo -SP comentou em :

    Alfartanos, força! E foco CENTRAL na preparação final.

  6. Maria Helena - Patos/PB comentou em :

    Boa noite..
    Tem umas questões de previdenciário que é difícil compreender o entendimento da banca,viu?!

    • Maria Helena - Patos/PB comentou em :

      Exemplo:
      “As aposentadorias por idade e por tempo de contribuição cuja concessão está sujeita a carência de 180 contribuições mensais terão o salário de benefício calculado pela média aritmética simples dos maiores salários de contribuição correspondentes a 80% de todo o período contributivo multiplicado pelo fator previdenciário.”
      Art 29,I – Lei 8213 diz exatamente isso

    • Nathalie - RJ comentou em :

      Sim, complicado mesmo! É porque falar sobre SB que é “multiplicado pelo FP”, é diferente de falar que o FP será “aplicado” ou não nas aposentadorias! A prof. falou sobre isso em uma das aulas!

    • Maria Helena (Patos - PB) comentou em :

      É,eu sei..
      Mas aí é exatamente o texto de lei..
      Não tem como falar que ta errado,ao meu ver
      Pedi pra Leticia mandar pra prof,essa duvida,quando ela responder eu posto algo aqui

  7. Karine Lima (Suzano/SP) - Monitora Online AlfaCon comentou em :

    Oi, people! :D

  8. Nathalie - RJ comentou em :

    Ótima aula!!! Obrigada, JP!!!

  9. Haroldo- belem/Pa comentou em :

    vlw

  10. Max - Arapiraca/AL comentou em :

    Na época do “cebolinha” hahaha…

  11. Flávia (SP Capital) monitora onLine AlfaCon comentou em :

    Boa tarde, Alfartanos !!
    :)

  12. Juliana Demidoff - Itamonte/MG comentou em :

    Fez parte da minha infância!!!! rsrsrs

  13. Alan Linhares - RS comentou em :

    TRA VAN DO muito aqui depois do intervalo.

    Até o intervalo estava perfeita a transmissão, mas após não consigo entender nada! =/

    • Luiz Carlos Junior - AlfaCon Concursos Públicos comentou em :

      Alan, está compartilhando sua internet ou mais algum programa está usando banda? tenta por um tempo não atualizar a página aqui do blog, pois ela consome uma banda considerável ao dar refresh… outros que podem estar dificultando visualizar o streaming de vídeo podem ser: sites, streamings, antivírus baixando definições, programas fazendo downloads, o windows se atualizando, sobrecarga na rede…

  14. Juliana Demidoff - Itamonte/MG comentou em :

    .ong é para???

    • Denise- Trindade-Go comentou em :

      Organizações não governamentais

    • Juliana Demidoff - Itamonte/MG comentou em :

      Obrigada Denise!!!

    • Denise- Trindade-Go comentou em :

      ;)

  15. Rui - Goiânia - Goiás (Terror dos Concorrentes) comentou em :

    Questão top de linha, quem acertar vai entrar nesse concurso do inss:

    A dependência econômica, é fator decisório no deferimento ou indeferimento da pensão por morte, sejam os dependentes da primeira, segunda ou terceira classe. Ou seja, não depende economicamente, não faz jus ao benefício.

    C/E.

    • Rui - Goiânia - Goiás (Terror dos Concorrentes) comentou em :

      Certo ou Errado

    • Denise- Trindade-Go comentou em :

      E
      O dependente de primeira classe não precisa comprovar dependência econômica. Ou seja, será concedido de qualquer forma.

    • Carlos Alexandre - Salvador/Bahia comentou em :

      Certa, pois a dependência econômica da primeira classe de dependentes é presumida, por isso não precisa comprova-la, mas para ela existe na visão do D.Previdenciário

    • Erica Lima - Vitória ES comentou em :

      Depende Denise… para o tutelado e/ou enteado precisa sim, tanto da inscrição do segurado desses dois, quanto da comprovação da dependência econômica.

    • Denise- Trindade-Go comentou em :

      Pois é…confesso q fiquei bem na dúvida rsr. Pq a Lílian fala q se na prova aparecer q a primeira classe não precisa comprovar dependência econômica é uma questão correta…
      Chutei pra saber a resposta kk

    • Amanda comentou em :

      Errado – A dependência econômica da primeira classe é presumida.

    • Erica Lima - Vitória ES comentou em :

      Só falta a resposta..

      .Dê depois me conta!!!

    • Denise- Trindade-Go comentou em :

      Certin, Érica!! ;)
      Quero saber a banca desta questão tb…

    • Ricardo Borges - Goiania - Goiazao comentou em :

      Pra ajudar a responder a pergunta, um caso hipotético:

      Silvio Santos, empresário milionário, dono do SBT, perde sua esposa, Helen Ganzaroli, segurada contribuinte individual. Dois dias após o falecimento de Helen, Silvio santos se dirige a uma APS para solicitar a pensão por morte, logo, encantado com o empresário, concede o benefício. O atendente agiu dentro da lei.

      C/E.

    • Ricardo Borges - Goiania - Goiazao comentou em :

      Seria mais ou menos isso Rui?

    • Ricardo Borges - Goiania - Goiazao comentou em :

      Eu entendo que sim, pois se o dependente for rico, não receberá a pensão.

    • Amanda comentou em :

      Ricardo o Silvio Santos como esposo é dependente da classe I, e possui sua dependência econômica presumida. Mesmo ele sendo milionário, ele fará jus a pensão por morte.

    • Ricardo Borges - Goiania - Goiazao comentou em :

      Amanda, como uma pessoa rica poderá ser dependente perante à previdencia social?

    • Ricardo Borges - Goiania - Goiazao comentou em :

      Amanda, como uma pessoa rica poderá ser economicamente dependente da outra?

    • Amanda comentou em :

      Ricardo os dependentes da classe I, que é o caso de esposo, entende-se que eles dependem do segurado. Assim quando for requerer a pensão por morte, o esposo só precisará comprovar que é casado com a segurada, não haverá necessidade de comprovar que depende dele economicamente, por isso a renda do dependente não importa, ele pode ser rico. Mas lembrando que isso é só para os dependentes da classe I

    • Denise- Trindade-Go comentou em :

      Ricardo, Silvio Santos é considerado dependente de primeira classe da Hellen, segundo a legislação vigente. Dependentes de primeira classe tem dependencia presumida e em nenhum momento a lei condiciona a dependência à comprovação de renda, até pq se assim fosse seria exigido comprovante de rendo no momento do pedido do benefício.

  16. Haroldo- belem/Pa comentou em :

    oi.
    o cupom feriadoalfartano. pode ser usado pro cti..?

    • Leticia Teixeira - Monitora Alfacon Online - Salvador/Bahia comentou em :

      Só para o combo

  17. LINDEMBERG CIPRIANO/ PICOS-PI comentou em :

    até que enfim estou conseguindo assistir a aula sem problemas, no começo estava travando muito, a transmissão ta ótima.
    Espero que continue assim sempre…

  18. Denise- Trindade-Go comentou em :

    Muito bom o ritmo do JP. Dando exemplos e explicando as bases.

    • Eudis Gomes comentou em :

      Tbm gostei :) a aula está mega dinâmica :)

    • Denise- Trindade-Go comentou em :

      Né!? Colocando chantilly no brócolis rsr

    • Nathalie - RJ comentou em :

      Por mais chantilly no brócolis, eu voto sim!!!
      Esta matéria é tensa!!! kkkkkkk

    • Denise- Trindade-Go comentou em :

      kkkkkkk
      Vdd, Nath! É tenso demais!!! kkk