UM DIA DEPOIS DO FERIADO

Woman holding acorn in front of oak tree (Digital Composite)Salve, salve, Alfartanos! Ontem (01 de maio), dei aula no presencial em Cascavel para a turma da PM-PR. Alguns lugares vazios. Assim também aconteceu em outras turmas. Isso me fez concluir que: ou um surto repentino de enfermidades atingiu os concurseiros, ou teve jeito aproveitando o feriado para “descansar”.

Descansar do que especificamente? Descansar de estudar? Estudar por acaso cansa? Desculpem-me, mas o que cansa ao meu ver é cavar valeta, é erguer parede de casa sob o sol, é limpar uma residência toda em meio período do dia. Essas coisas cansam. Aí você pode dizer: Mas professor, eu trabalho todos os dias, e aproveite o feriado para descansar. O quê? Quer dizer que você aproveitou um dia inteiro para não fazer nada? Um dia que poderia ter sido muito produtivo, e foi desprezado para que você ficasse sem fazer nada!

Existem coisas que não entram na minha cabeça. Tem gente que pensa assim: feriado é bom e nesse dia eu aproveito para espairecer e esquecer um pouco da loucura do estudo. Esquecer? Eu ouvi certo? Esquecer é a única coisa que você NÃO PODE fazer. Você está estudando para lembrar e não para esquecer.

A vida de Alfartano não é uma vida fácil. Por isso adotamos o nome ALFARTANO. Justamente para demonstrar a dureza que é a vida de alguém que estuda para concursos públicos. É uma vida de maratonista. São 42 quilômetros que para serem percorridos, exigirão muita capacidade, concentração, preparação e ação. Você não está se preparando para um final de semana! Você está sendo preparado para uma vida. É o seu futuro que está em jogo. É do seu futuro que estamos falando.

A foto dessa postagem tem o nosso ex-aluno John Nandi, Escrivão da Polícia Federal. Com a permissão do John e do Evandro Guedes, vou falar um pouquinho sobre a história desse “monstrinho” como o Evandro gosta de chamar.

John começou a estudar no Alfa Concursos Públicos – Presencial Cascavel, faltando 45 dias para a prova de Agente PF 2012. Ficou fora por uma questão. Formado em Agronomia, ele sabia que não seria possível atuar na profissão com um ganho considerável no início da carreira. A partir de então começou uma luta que acompanhamos diariamente. O John fazia parte de um grupo de Alfartanos que hoje estão todos na PF (Gustavo Bongiovani e Giovane Turim, Héris e Chay  por exemplo), e aqui fica a primeira lição: Se você quer vencer, deve estar rodeado de pessoas que respiram a mesma ânsia pela vitória. Por isso este blog existe. Para você que não tem o apoio da família possa contar com a ajuda de outros Alfartanos que estão na mesma condição. O John também ensinou uma outra lição: Ele respirava concurso público 25 horas por dia. Não faltava as aulas, fazia tudo o que orientávamos para que fizesse: curso regular, exercícios, simulados, material didático, eventos, madrugadões. Ele sempre estava acompanhando, e com humildade seguia todas orientações.

Abriu mão da vida social, dos feriados, das festas em família, das reuniões com os amigos. Soube aproveitar bem a suspensão temporária do concurso de Escrivão da PF em 2013. Enquanto muitos desistiram, ele prosseguiu firme e convicto, e como ele mesmo disse “se o Evandro falou que o concurso vai acontecer, o concurso vai acontecer”.

Quem estuda há tempo, sabe o que aconteceu em 2013/2014: numa tacada só saiu PRF, Escrivão PF e DEPEN. O John estava preparado e fez os três concursos,, e adivinhem? Foi classificado nos três. Aquele menino de 24 anos poderia escolher o que realmente queria, que era ser um Policial Federal.

Hoje é muito bom ver o resultado de todo esse esforço. Ele visitou o Presencial Cascavel, e conversou com os alunos das Carreiras Policiais, e deu um lindo testemunho. Instigou confiança, credibilidade, persistência. Ele falou uma coisa que me marcou demais: “A vida sempre é marcada por desafios, e sem sacrifício não existem vitórias”.

Pois bem  Alfartanos, vocês leram rapidamente mais uma história de vitória. Espero que ela sirva de motivação para suas vidas. E se você foi um dos que descansou no feriado, saiba que um batalhão já passou por você, agora você tem que correr atrás do tempo perdido. Se você foi um dos que não descansaram no feriado, parabéns, mas cá entre nós, para quem está querendo mudar de vida, você não fez mais que o necessário.

O segredo é continuar firme, forte, e seguro de que você está no caminho certo. Não esqueça disso: Você nunca mudará o mundo, sem antes mudar a si mesmo. Você nunca ensinará os outros a vencer, se você não vencer a si mesmo.



112 comentários sobre:
UM DIA DEPOIS DO FERIADO

  1. Larissa Melo comentou em :

    Obrigada Alfartamos por fazer hoje nessa manhã em PORTO VELHO – RO me motivar pra vitória.

  2. Priscilla comentou em :

    Cada vez que leio algo por aqui, tenho mais certeza da minha decisão. Tô indo para Cascavel com a cara e a coragem 30 de maio / 2015. Tô saindo de Cachoeira – BA e só volto com meu nome na lista de aprovados. Quem tiver acesso a lista de kitnet, me ajuda aí! rs . Alfartanos, FORÇA!!!!

  3. Aline - Londrina/ PR comentou em :

    “Você nunca mudará o mundo, sem antes mudar a si mesmo. Você nunca ensinará os outros a vencer, se você não vencer a si mesmo.” Falou tudo Che !

    • Myrian - SP comentou em :

      Falou tudo e mais um pouco!

  4. Tiago Liandro comentou em :

    Fico feliz em contar com o apoio dos alfartanos . embora não tenho o apoio da minha família , mas , tenho o apoio dos alfartanos . Vamos vencer ..
    Obrigado por tudo .

  5. Anderson Silva comentou em :

    …que faz permanecer firme em direção ao meu alvo. Portanto, PERSEVERAR, ainda que em meio as tempestades, muitas vezes interiores, que tentam nos fazer parar.

  6. Anderson Silva comentou em :

    Eh, por vezes me sinto muito reflexivo quanto àquilo que realmente é importante para mim e para minha família. Por vezes vejo-me inconformado comigo mesmo por não dá o meu melhor. Isso é muito interessante pois me conduz a seguinte conclusão: ” ainda assim sou um vencedor!”. Vencedor não por não ter ainda passado em um concurso mas por perceber que existe em mim uma força sobrenatural..