A BELEZA DAS COISAS SIMPLES

379608_375866742513147_706289190_nSalve, salve, Alfartanos! Hoje quero compartilhar com vocês a história de uma lição de vida. Quando eu tinha 18 anos, testemunhei uma verdadeira lição de vida. A tia de um grande amigo meu descobriu que tinha câncer. Após a descoberta começou aquela busca incansável por um tratamento eficiente. Foram meses difíceis, e era possível ver a tristeza no olhar de todos, menos no dela. Ela passou a aproveitar muito bem todos os momentos, ela sempre foi muito engraçada, fazia muitas piadas. Durante os dias difíceis porém, ela ficou impossível. Fazia graça com tudo, brincava e animava os outros com um humor muitas vezes ácido.

Lembro que estávamos na casa dela num domingo. E ela estava bem magrinha e seus cabelos já havia caído por causa do tratamento forte. Estávamos um pouco abatidos e ela disse: Nossa gente, se já estão assim agora, não terei nem velório, acho que vocês morrerão de depressão antes de mim. Impossível não rirmos dessa frase. Era a dona Neide, e o jeito dela de falar as coisas.

Ela sempre dizia que a doença trouxe para ela uma nova maneira de ver o mundo e as pessoas. Ela, que amava seus sobrinhos e os amigos deles (que era meu caso), disse que passou a amar muito mais. Ela dizia que todos os dias acordava cheia de amor pelo dia que nascia, e pela chance de sentir um pouco mais a vida.

Finalmente, após alguns longos meses de tratamento, a notícia que todos esperávamos: ela venceu a doença! Ficamos aliviados, felizes. Num dos primeiros encontros após a boa notícia, ela aproveitou que estávamos preparando o almoço de domingo e chamou todo mundo para uma conversa. Sentamos ao redor da dona Neide, e ela começou a falar, e eu jamais esqueci o que ela disse naquele dia:

“quando eu estava doente, uma das coisas que eu estranhava, eram as pessoas me abraçando como se eu tivesse só mais um dia de vida. A verdade é que o futuro é incerto, tanto para alguém com câncer, como para alguém saudável. Qualquer pessoa pode morrer a qualquer momento. Por que as pessoas então não aproveitam todos os dias como o último dia das suas vidas? A doença trouxe pra mim uma nova perspectiva, e eu descobri que para ser feliz e viver, basta acreditar”.

Ela terminou de falar, e as lágrimas já corriam pelo rosto dela, e pelo nosso também. Foi engraçado um bando de marmanjos chorando após ouvir aquela história.

Compartilhei isso com vocês Alfartanos, pelo fato de que isso é uma lição de vida e de motivação. A verdade é que realmente não sabemos nada sobre nosso futuro. Não podemos ter nem a certeza de que chegaremos ao amanhecer. É triste, mas a verdade é essa.

Felizmente existe a esperança. Felizmente existe a força de vontade, existo aquilo que chamamos de acreditar. Temos que planejar nossa vida como se tivéssemos uma vida inteira, e agir para realizar nossos sonhos, como se tivéssemos apenas mais um dia.

Façam valer a pena. Façam valer uma vida. Não fique esperando a oportunidade certa para agir. Agora é sempre a melhor oportunidade. Valorize o que você tem, para a vida não ensinar você a valorizar o que você tinha.

Sorria em todas as oportunidade e agradeça pela dádiva da vida. Não sei quanto tempo ainda terei nessa vida, mas o certo é que agora estou vivo, e farei o agora valer muito. Assim agimos na certeza de que o melhor está sendo feito sempre no melhor momento.

Não peçam uma carga mais leve, peçam braços mais fortes para carregar o peso dos desafios. Lutar é sempre bom, mas lutar ao lado de guerreiros corajosos é excepcional.



352 comentários sobre:
A BELEZA DAS COISAS SIMPLES

  1. glaucia gonçalves- sete lagoas/mg comentou em :

    Belas palavras, professor… seguir sempre em frente, aconteça o que acontecer…
    Alfartanos, força!

  2. Luciana Lima - Pres. Prudente-SP comentou em :

    Não sei se está no Cronograma do Alfa, mas será que seria possível um madrugadão ou um 24h para o TJ-SP?? E um para o TJ-RJ? Não esquecendo da galera carioca..Já que o Rio de Janeiro continua lindo…rs
    Sei que o Alfa já conta com toda a estrutura, mas esses eventos nunca são demais para nós que estamos do lado de cá…rs
    Abraços!!

  3. Bruna- PE comentou em :

    eu ODEIO sintaxe.!!!!!!!

    • JONNY comentou em :

      Eu amo Sintaxe

  4. Lindy comentou em :

    Bom dia!

    PSDB partido de Aécio Neves LIDERA CONTRATAÇÕES SEM CONCURSOS PÚBLICOS, quem não lembra do ex-presidente FHC. PSDB nunca mais!!!!

    • ☠ Danniel Borges - Black River/SP ☠ comentou em :

      Aqui não é lugar para isso.

    • Marcio Souza/RS comentou em :

      vaza baranga

    • ☠ Danniel Borges - Black River/SP ☠ comentou em :

      Com FHC um PF ganhava MAIS que um AUDITOR da RF, em 12 anos o PT elevou o $ dos AUDITORES para o DOBRO de um PF.

      Isso pode!?

      Aumentou o $ de quem arrecada para o bolso e congelou de quem INVESTIGA as falcatruas.

      Fez o atual concurso da PRF com 1000 vagas efetivas (com o $ já destinado) e só chama 500. Isso depois de uns 3 meses de conclusão do curso.

    • Lorrayny - Vitória/ES comentou em :

      Bem respondido, Danniel!!!

  5. JONNY comentou em :

    Olá, pessoal tô na dúvida na realização da minha inscrição na PF.
    No meu registro de nascimento tô como branco, mas sou pardo. Minha mãe é negra e meus parentes também. Na Lei nº 12.990/2014, tá escrito: Art. 2° Poderão concorrer às vagas reservadas a candidatos negros aqueles que se AUTODECLARAREM pretos ou pardos no ato da inscrição no concurso público, conforme o quesito cor ou raça

    • JONNY comentou em :

      Esse se AUTODECLARAREM pretos ou pardos.
      Então um cara branco pode se declarar pardo?

      Tchê tu tá aí cara?
      Se tiver me dá uma força ou alguém por favor.

      Só mais uma coisa… Quem fizer incrição na COTA estará concorrendo na Ampla concorrência também?

      Valeu pessoal. Boa Sorte!
      Só vai dar Alfartano!

    • ☠ Danniel Borges - Black River/SP ☠ comentou em :

      Concorre primeiramente na ampla se não der vai para as cotas.

      Os critérios são do IBGE, não são claros e objetivos.

      Também estou na dúvida, acho que não irei pelas cotas pois apesar de me considerar não tenho nenhum documento legal que prove.

      Essa questão vai ser analisada na Investigação Social: antes e durante o curso de formação. Tanto que houve até uma retificação no edital.

    • ☠ Danniel Borges - Black River/SP ☠ comentou em :

      Não irei jogar mais de 1 ano de preparação na sorte.

      Bom, se tiver como provar legalmente… vai fundo, senão acho muito arriscado.

      MINHA opinião.

    • JONNY comentou em :

      Daniel, valeu cara, mas ainda tô na dúvida. Se for investigação social tô de boa, pois minha família sempre foi “humilde” e minha mãe é negra! Só que no meu registro de nascimento tô como branco. Isso que me deixa intrigado!

    • ☠ Danniel Borges - Black River/SP ☠ comentou em :

      Sinceramente, no seu caso iria nas cotas.
      Pensando pelo lado da sua família e até pela sua cor na foto!

      kkkkkkkk

      Sem preconceito!

    • JONNY comentou em :

      Valeu Daniel, meu Brother! Coloquei a foto justamente por isso.
      Vou tirar umas dúvidas e farei a inscrição amanhã.

      Boa Sorte para todos Alfartanos na PF!

  6. Lorrayny - Vitória/ES comentou em :

    Inscrição realizada!!

    • Desireê - RJ - 100% AlfaCon comentou em :

      Eu também!

    • Lorrayny - Vitória/ES comentou em :

      Rumo à ANP!! Bons estudos, Desireê!!

    • Desireê - RJ - 100% AlfaCon comentou em :

      Para você também!!!

  7. ☠ Danniel Borges - Black River/SP ☠ comentou em :

    PF – Inscrições Abertas!