Como nos sentimos depois da prova!

humilhadoMeus caros, vou relatar aqui o que sempre senti após uma prova de concurso ou um simulado. Espero que os ensinamentos sejam de grande valia para quem sonha em mudar de vida por meio dos próprios esforços!

“Dedique-se o quanto puder para alcançar seus sonhos e depois que fizer tudo, comece tudo novamente até chegar ao seu objetivo!”

A responsabilidade

Sabe porque você fica arrasado após uma prova ou um simulado? Você fica assim porque se dedicou ao extremo e por vezes o seu máximo aquele dia não foi o suficiente. Já parou para reparar a grande massa que vai fazer o concurso e nem ao menos se dá ao luxo de levar a prova para casa? Então, essa massa não tem responsabilidade, ou porque não entende o que um concurso significa ou porque esta “cagando” mesmo! Assim, o nada é nada, ou seja, quem não estudou nunca esperou nada mesmo (mas por incrível que pareça ainda tem uns jumentos que acham que vão passar, vai entender!).

A responsabilidade pesa, mas pesa para aqueles que se dedicam. Assim, vá fazer o concurso ou seu simulado com a ideia fixa de dar o seu melhor e se naquele dia seu melhor não foi o suficiente, volte e estude mais e mais e mais, pois de melhor em melhor sua hora vai chegar!

Errar é crescer!

Sempre, digo sempre mesmo, revise as provas e os simulados, veja o que acertou e o que errou. Dessa forma, você acumula informação e os erros do passado não se repetirão no futuro. Mas lembre-se, é na base da repetição que a coisa vai acontecer!

Para exemplificar vou contar um trecho da minha vida: Em 2002 eu literalmente “imputeci” com Raciocínio lógico matemático. Que merda, quanto mais eu tentava eu errava. Um dia, um professor chegou a mim e disse o seguinte:

-Meu filho, faz assim: Pega os tópicos que você esta errando e faça-os todos os dias, isso mesmo, todos os dias até não errar mais! Sabe o que eu fiz? Comecei a fazer aquelas tabelinhas verdades, probabilidade, analise combinatória e vários tópicos cobrados na prova.

Você não tem ideia, eu fazia RLM em qualquer lugar e em qualquer “buraco” do meu dia. Na época eu além da PM fazia uma segurança particular e trabalhava no táxi do meu pai. Quando eu estava nos trabalhos que não daria para estudar por barulho ou outra interrupção eu estava fazendo questão e revisando matéria. Final de semana eu tomava uma cervejinha fazendo RLM e isso é tão sério que minha esposa achava que eu “ia ficar maluco”, fala sério.

Resultado: O que eu errava virou referência e passei a amar a matéria a ponto de ensinar para outros alunos. Na pratica, se você não acerta é PORQUE NÃO ESTUDOU O SUFICIENTE! Mas tudo bem, para muitos vai entrar em um ouvido e sair pelo outro, mas é por isso que afirmo todos os dias que o concurso é fácil, porque poucos estão dispostos a errar e levantar a cabeça!

Conclusão: A regra é ser reprovado, a exceção é passar, mas de tantas regras em sua vida uma hora sua exceção vai chegar! Acostume-se a cair e levantar, pois é assim que os grandes sucessos aparecem. Para finalizar:

“As pessoas mais interessantes que conheço na vida sofreram muito antes de serem reconhecidos como vencedores!”

P.S: Viu como escrevo bem? Sabe porque? Porque pratico e pratico e pratico! Assim, escreve até a mão cair que sua redação será a melhor possível!

P.s 2: Reparem o seguinte: A maioria das pessoas nem ao menos se dão ao trabalho de ler as postagens, vão direto nos comentários!

291 ideias sobre “Como nos sentimos depois da prova!

  1. Evandro, fiz um curso preparatório há alguns anos para a prova da EsSA. Nele um professor de língua portuguesa dizia: aluno que chega atrasado, não faz exercícios, deixa de se dedicar, fica de conversa na aula, …, NÃO PASSARÁ!!!!
    O pior que era verdade, todos colegas que “cagavam pro lance” não passaram.

  2. Boa tarde a todos!
    Gostaria de saber se irão comentar a prova ATA/MF deste ano, pois há várias questões suscitando dúvidas!
    Como a de nº30 de matemática, (prova 1), a qual gostaria muito que fosse comentada pelo professor Lustosa, se possível!
    Também a de nº51, de gestão de pessoas (prova 1), p/ o prof. Tchê.
    A de nº13 de português, p/ o comentário do prof. Pablo.
    Grato a todos!

  3. Boa tarde a todos.
    Gostaria de saber se irão fazer aulas comentando as questões da prova ATA/MF-2014.
    Muita gente, incluindo-me neste rol, acredita que há várias questões duvidosas.
    Grato pela atenção!

  4. Evandro, realmente foi assim que me senti quando fiz a prova da CAIXA, saí da sala me sentindo a pior pessoa que tinha dentro daquela sala, sair com muita vontade de chorar, cheguei em casa, chorei, chorei e chorei, passou alguns minutos peguei uma apostila de previdenciário e comecei, colocando meu coração em um novo desafio, se não acreditar em mim, ninguém mais vai acreditar! obg por sua ajuda!

  5. Evandro, pelo amor de Deus, dê alguma ideia sobre o concurso de policia legislativa, ansiedade tá me corroendo…

  6. Tudo isso está acontecendo comigo, afinal são quase 3 anos estudando pra concursos em especial “APF”. O fato é que todas essas coisas se repetem no dia a dia de cada concursando e é o que me dá uma motivação a mais, ou seja, prova de que estou fazendo a coisa certa. Agradeço pela força e por sempre compartilhar sua estória de vida.
    Abraço, amigo Evandro.

  7. É Evandro confesso que chorei muito e ainda estou abalada com essa prova da ATA-MF, mas não vou desistir, corrigir meu gabarito umas 10 vezes para ver se era isso mesmo, fiz 37 pontos na Básica, e 24 pontos nas especifica, por 3 pontos fiquei fora. E descobrir que realmente não sei nada da Língua Portuguesa e muito menos de RLM, mas vou pegar essa sua estratégia e um dia vai dar certo, valeu!

  8. Minha Nossa!! Fiquei perplexa com a coincidência desse post ao que tô sentindo hj após a prova do Ministério da Fazenda… Mesmo não sendo péssima, vi que não fiz meu melhor, assim como em tantas outras provas recentes em que fui bem, mas não o suficiente. Nesses momentos fico me perguntando se realmente estou no caminho certo e surge a dúvida qnto a prosseguir. Mas mensagens como as que são sempre postadas aqui no site do alfa são essenciais para motivar e nos ajudar a continuar firmes! Alfartanos, força!!

  9. Acertei 36 questões … faltou 1 de matemática …triste … queria pelo menos ser classificada, mas, paciência. Faz 2 meses que estou nessa caminhada. Hoje, para curar a ressaca .. vamos de INS!!!!!

    • Eu também Sônia, acertei 38 questões e faltou uma para matemática. O que me consola que não estudei nada para este concurso. Eu estudo para o TRT e para o INSS, e aproveitei para fazer este. Mas vamos continuar não é?

      Abraços

  10. Nós concurseiros temos que aceitar isso que o Evandro disse:Passar no concurso é exceção,a regra mesmo é reprovar…tomei um tombo ontem em um concurso do Mp sc no qual tinha me preparado um monte,estudado,estudado e estudado.Mas não foi o meu dia e a prova não veio pra mim,mas é assim mesmo,cabeça erguida e vamos pra próxima batalha!!!!

  11. Valeu pela força Evandro! Considero o concurso que fiz ontem (ATAMF) como o primeiro que prestei pra valer. Para este concurso, estudei 2 meses e 20 dias e quando recebo a prova, me deparo com questões que estavam na minha rotina de estudos e isso é muito gratificante, pois se tivesse havido um pouco mais de esforço, eu teria conseguido.Mas é isso, agora é rever os erros e continuar a luta. Força!

  12. Evandro sempre tem as palavras certas nas horas mais precisas, sempre! Aqui em casa somos eu e o esposo nessa batalha, só quem estuda sozinho já imagina como é difícil, imagina 2 em casa e todas as responsabilidades q temos? só esperamos primeiramente pelas bençãos de DEUS, e em segundo lugar a força e o foco pra seguir mesmo diante de muitas privações.

Os comentários estão fechados.