Hoje tem:: DIRETO AO PONTO – a partir das 8h30min – Cultura Brasileira no séc. XX

super_aulão_cultura_bras_fbAlfaCon Direto ao Ponto:  Aulas gratuitas durante as manhãs,  a partir das 08h30min (Horário Oficial de Brasília), do período de 18 de Setembro a 04 de Outubro de 2013.  O aluno terá acesso gratuito às vídeoaulas. O material para o acompanhamento estará disponível na área do assinante, onde o evento será disponibilizado posteriormente também.

A aula de hoje é um Super Aulão sobre Cultura Brasileira no século XX.

Não perca também o Show do Intervalo com Mariana Casagrande

Hoje teremos 

Conteúdo

Júlio “CHE” Raizer – História do Brasil

Pablo Jamilk – Literatura

 ALFACON DIRETO AO PONTO “GRATUITO”

Como vai funcionar?
– As aulas serão transmitidas ESSA SEMANA DE SEGUNDA A SEXTA, partir das 08h30min.(horário de Brasília).
– Inicio: 18/09/2013
– Termino: 04/10/2013

Obs: Na semana de 30/09 até 04/10 as aulas serão diárias.

Quais serão as Disciplinas?
– Língua Portuguesa, Matemática, Rlm, Direito Constitucional, Direito Administrativo,Atualidades,Informática,Leis especiais, Processo penal, Direito do trabalho, Processo do Trabalho e Processo Civil.

É gratuito?
– Sim, este evento não terá custos ao participante e todos podem participar.

Como faço para participar?
– Basta inscrever-se no curso gratuito.

 INFORMAÇÕES:

* Este curso não pode ser adquirido, seu acesso é gratuito para utilização no site durante a transmissão.

* Este curso não está disponível em módulos individuais.

* Este curso será disponibilizado posteriormente nas seguintes áreas do Assinante:

– Área do Assinante geral (2013)

– Área do Assinante Essencial + Carreiras Administrativas;

– Área do Assinante Carreiras de Tribunais;

– Área do Assinante Carreiras Policiais.

Inscreva-se clicando na imagem abaixo:

inscreva-se_no_curso



361 comentários sobre:
Hoje tem:: DIRETO AO PONTO – a partir das 8h30min – Cultura Brasileira no séc. XX

  1. João Souza comentou em :

    INTERNET INSTÁVEL DESDE DOMINGO

    Cabo que liga Rio de Janeiro a Fortaleza é usado por diversos provedores.
    Problema começou no domingo e continua nesta segunda-feira (30).

    Diversos internautas brasileiros estão com dificuldades para acessar serviços de internet hospedados fora do país. O motivo é o rompimento de um cabo submarino de fibra que liga o Rio de Janeiro a Fortaleza. O cabo é usado pelo provedor Level 3, que presta serviços de conectividade a empresas de telecomunicação brasileiras que queiram levar tráfego de rede para fora do país.

    “Nossa rede está atualmente experimentando uma interrupção temporária do serviço devido a um corte de fibra submarina entre Rio de Janeiro e Fortaleza, no Brasil”, afirmou a empresa.
    As reclamações começaram a ser feitas na manhã deste domingo (29) na lista “Caiu”, mantida pelo Núcleo de Informação e Coordenação do Ponto BR (NIC.br) para que internautas troquem informações sobre dificuldades do acesso à internet.
    A Level 3 disse que não tem previsão de quando o serviço será restabelecido, mas que está trabalhando para “minimizar os impactos” aos clientes.
    O maior número de reclamações envolve a GVT, que faz uso da rede da Level 3 para acesso. A empresa disse que a oscilação atingiu áreas do Sul e Nordeste e que ocorreram “múltiplos rompimentos de cabos de fibra ótica terrestres e submarinos”.
    A operadora informou que a expectativa é de o serviço ser normalizado na madruga desta terça-feira, 1° de outubro.

    GVT Empresa alega que os problemas foram originados por cabos de fibra óptica rompidos

    Nesta segunda-feira (30), diversas pessoas do Brasil inteiro começaram a reclamar no Twitter sobre o serviço de banda larga da empresa GVT. Clicando aqui, você pode conferir que diversos tipos de problemas foram citados, como conexão lenta, falha de sinal em casos de chuvas, entre outros casos.

    Em uma tentativa de se explicar, a companhia alegou que está enfrentando falhas por conta de cabos de fibra óptica que acabaram se rompendo — sendo que a questão deve ser solucionada até às 23 horas desta segunda. No entanto, até que isso aconteça, o pessoal que está nas regiões Norte e Nordeste, assim como nos estados do Rio de Janeiro até Rio Grande do Sul vão continuar com a banda larga com problemas.

    Fonte : ht tp:// w w w.techgeral.co m .br/tecnologia/ h tt p://g1.globo.c om/tecnologia/

  2. andrefernandesapf comentou em :

    Partiu natação.
    Bora treinar pro TAF que a parada ta séria, muita gente caindo.
    E o cara que vê essas quedas e não se mexe pra treinar, não merece passar mesmo.

    Vamo q vamo…

  3. Taís Mendes comentou em :

    Considere que um argentino tenha sido preso em flagrante em território brasileiro e que, com base no direito constitucional brasileiro, tenha impetrado habeas corpus redigido em língua espanhola. Nessa situação, a despeito de o pedido de habeas corpus destinar-se à salvaguarda de direito fundamental, o writ não deverá ser conhecido, pois é imprescindível o uso da língua portuguesa na redação dessa ação, consoante jurisprudência do STF. Analista Judiciario CNJ Cespe 2013..

    O que é Writ? Marcon, Daniel ou Evandro

    • Taís Mendes comentou em :

      seria o texto que ele expediu : O Argentino?

    • Leco comentou em :

      Olá companheiro de jornada, só para te auxiliar, Writ, em inglês, significa mandado, ordem escrita. Na ordem jurídica brasileira, quando utilizado, faz referência ao mandado de segurança e ao habeas corpus.
      Mas a questão está correta o habeas corpus deve ser redigido em português.