RECURSOS PROVA PM E BOMBEIRO-PR

recursos

Os Professores Pablo Jamilk, João Paulo e Chê elaboraram recursos para a prova da PM e BOMBEIRO-PR:

LÍNGUA PORTUGUESA

Recurso contra a questão 2 (prova 1)

                Motivo do recurso: inconsistência da resposta indicada pela banca.

Questão:

Assinale a alternativa cuja expressão em destaque NÃO está analisada corretamente.

(A) “fazem sentir nas organizações policiais que necessitam constantemente se adequar” (1.§)
(frequência)

(B) “a arquitetura formal dos direitos e deveres constitucionais é concretamente vivenciada” (2.§)
(modo)

(C) “a polícia é um meio de força extensivo e territorializado, ou melhor, enraizado localmente” (1.§)
(local)

(D) “polícias têm o seu campo de atuação exatamente neste intervalo cujo espaço é o da construção” (2.§)
(modo)

(E) “o desenho de seus serviços encontra-se diretamente vinculado às mudanças sociopolíticas” (1.§)
(modo)

                Comentário: a banca traz como resposta correta a alternativa (D), crendo que a análise da expressão “exatamente” esteja incorreta no tocante à sua interpretação. Ocorre que essa questão se apoia na construção de formas adverbiais com raízes adjetivais, nesse caso, há que se considerar a construção para além da sufixação “–mente”. A alternativa  (A) traz a palavra “constantemente” analisada como uma forma adverbial indicadora de frequência. A Nomenclatura Gramatical Brasileira (NGB, que normatiza as classificações gramaticais presentes em nossa língua) ensina que os advérbios possuem uma classificação estrita. Veja o texto:

Advérbio:

1. Classificação do advérbio:

a) de lugar; de tempo; de modo; de negação; de dúvida; de intensidade; de afirmação;

b) advérbios interrogativos: de lugar, de tempo, de modo, de causa.

2. Flexão do advérbio: de grau: comparativo; de igualdade, de superioridade e de inferioridade;

superlativo absoluto (sintético e analítico); diminutivo.

3. Locução adverbial.

Notas:

a) Podem alguns advérbios estar modificando toda a oração. b) Certas palavras, por não se poderem enquadrar entre os advérbios terão classificação à parte.

São palavras que denotam exclusão, inclusão, situação, designação retificação, afetividade,

Realce.

Como se pôde perceber, não há alusão à ideia de frequência dentro das categorias adverbiais. Na construção do elemento “constantemente”, temos o adjetivo “constante” e o sufixo –mente, o que faz qualquer falante com o mínimo de instrução que há dois tipos de orientação semântica: modal (de modo constante) ou temporal (em tempo constante). Isso quer dizer que, de acordo com o que orienta a lei maio da Língua Portuguesa, a classificação da palavra destacada na alternativa (A) está errada. Entende-se, portanto, que há duas alternativas que serviriam como resposta. Por isso, rogo pela anulação da questão.

Questão 4 (prova 1)

 

Motivo do recurso: inconsistência na resposta sugerida pela banca.

Questão:

 

Assinale a alternativa INCORRETA quanto ao que

se afirma a respeito dos elementos linguísticos e

de suas funções textual-discursivas.

(A) As expressões “se fazem sentir” (1.§) e “se resume”

(1.§) evidenciam um distanciamento do autor.

(B) A expressão “o cenário político-urbano” (1.§)

retoma anaforicamente “o vasto mundo da vida nas

cidades”(1.§).

(C) A expressão “neste intervalo” (2.§) refere-se a “nas

interações dos “agentes da lei” com a população”

(2.§).

(D) A expressão “por isso” (1.§) estabelece relação lógico-discursiva

de causa em relação ao que foi dito.

(E) A expressão “pois” (2.§) estabelece relação lógico-discursiva

de conclusão em relação ao que foi dito.

 

Comentário: a banca mencionar a alternativa (A) como correta, no entanto, não há incorreção em tal alternativa. As duas expressões em destaque representam um relativo distanciamento do autor, porque ele não se vale da primeira pessoa do singular, tampouco da primeira pessoa do plural. O fato de ele utilizar voz passiva ou voz reflexiva serve para mostrar que o autor não se coloca diretamente na sentença, há um afastamento em relação do que se diz.

 

Existe, também, um problema com a alternativa (B). O texto apresenta dois elementos de referência que a banca tomou por constituintes de referência interfrástica, o que não é o caso. Vejamos o segmento de texto:

 

As atividades de policiamento recobrem o vasto

mundo da vida nas cidades e, por conseguinte, toda sorte

de acidentes, interações ou conflitos experimentados

pelos indivíduos no espaço público. Exatamente por

isso, as organizações policiais estão constrangidas a

acompanhar em um recorte mais sensível, carregado

de tensões e atritos as reinscrições e os desafios

propostos pela multiplicidade de atores que constroem

o cenário político-urbano.

 

A banca considerou que o termo “cenário político-urbano” é um elemento anafórico que retoma a expressão “o vasto mundo da vida nas cidades”. Não há verdade nessa consideração, visto que não há termos algum no primeiro referente do texto que indique na palavra “político”, utilizada na segunda expressão. Aliás, semanticamente, os termos “cenário” e “vasto mundo” não podem ser tomadas como sinônimos textuais, uma vez que a palavra “mundo” indica algo amplo, distinto de cenário, que indica algo circunscrito. Por isso, rogo pela anulação da questão.

 

 

Questão 5 (prova 1)

 

Motivo do recurso: inconsistência na formulação da questão.

 

Questão:

 

Assinale a alternativa INCORRETA quanto ao que

se afirma a respeito dos elementos linguísticos e

de suas funções textual-discursivas.

(A) A expressão “ou melhor” (1.§) funciona como elemento

reparador do conteúdo veiculado e introduz uma

retificação.

(B) As expressões “de um lado” (2.§) e “de outro” (2.§) são

elementos de articulação espacial que organizam os

argumentos no texto.

(C) A expressão “Estes limites” (2.§) refere-se à expressão

“uma espécie de interseção dos condicionamentos de

dois níveis” (2.§).

(D) A estrutura “É […] que”, em “É, pois, nas interações

dos “agentes da lei” com a população que…” (2.§),

confere ênfase ao conteúdo veiculado.

(E) A expressão “mesmo” (2.§) funciona como pronome

demonstrativo, cuja função é a de enfatizar o adjetivo

“constituídos” (2.§).

 

Comentário: a banca traz a alternativa (E) como resposta correta, no entanto, há mais uma alternativa passível de marcação. A alternativa (D) possui também uma afirmação incorreta em relação ao sentido estabelecido na sentença. O fato de se iniciar uma sentença com o verbo relacional (ser) não indica ênfase alguma, bem como o fato de se pospor a conjunção “pois”, não indica ênfase, mas sim conclusão. Como há duas respostas para a questão, rogo pela sua anulação.

 

 

Questão 7

 

Motivo do recurso: questão errada.

 

Questão:

 

Assinale a alternativa cuja preposição teve seu

sentido analisado corretamente.

(A) “um espaço de materialização da exclusão social”

(5.§) (lugar)

(B) “serviam de fundamento para a estruturação” (6.§)

(finalidade)

(C) “Com a expansão do capitalismo” (1.§) (meio)

(D) “um instrumento para o aprisionamento dos pobres”

(5.§) (instrumento)

(E) “a proteção infalível contra a ameaça da pobreza”

(4.§) (contiguidade)

 

Comentário: a banca traz a alternativa (a) como resposta, porém há mais uma alternativa correta. A palavra “com”, na alternativa (c) pode ser interpretada como indicadora de meio, o sentido pode ser identificado como “por meio da expansão do capitalismo”. Por esta razão, rogo pela anulação da questão.

 

 

Questão 8

 

Motivo do recurso: há mais de uma resposta correta.

 

Questão:

 

A expressão “em virtude do processo de

fragmentação das cidades” (5.§) estabelece a

mesma relação lógico-discursiva da expressão

(A) “Tendo como característica fundamental o

desenvolvimento” (4.§).

(B) “não é tão-somente uma separação espacial entre

áreas pobres e ricas” (6.§).

(C) “com a aparição de novas formas de pobreza” (3.§).

(D) “Ao estabelecerem uma simbologia de status” (6.§).

(E) “por uma segurança sofisticada e estruturada a vida

privada” (6.§).

 

Comentário: a banca traz a resposta como alternativa (c), acreditando que apenas o elemento “com” indica a relação lógico-discursiva (de causalidade). Entretanto, a palavra “por”, na alternativa (e) também encerra uma relação lógico-discursiva da mesma natureza, como na frase: por ficar pronto, mandamos o documento. Por isso, peço a anulação da questão.

 

 

Questão 10

 

Motivo do recurso: questão com muitos erros conceituais e com gabarito inconsistente.

 

Questão:

 

Assinale a alternativa INCORRETA quanto ao que

se afirma a seguir.

(A) Em “distanciamento, sendo portanto”, (6.§), deve ser

inserida uma vírgula após a forma verbal “sendo”.

(B) Em “pobres e ricas mas, principalmente” (6.§), deve

ser inserida uma vírgula após a expressão “ricas”.

(C) Em “agrava-se ainda, principalmente (3.§), deve ser

inserida uma vírgula após a forma verbal “agrava-se”.

(D) A expressão “Na medida em que” (3.§) está empregada

equivocadamente e deve ser grafada “à medida que”.

(E) Em “do trabalho assalariado, e de polarização.” (4.§),

a vírgula não pode ser retirada sem prejuízo sintático.

 

Comentário: a banca traz a alternativa (E) como resposta correta para a questão. É preciso entender, no entanto, que há mais de uma resposta cabível para a questão. A alternativa (A) menciona apenas a inserção de uma vírgula quando, na verdade, é necessário inserir duas vírgulas (uma antes e uma depois da conjunção), uma vez que haja a ideia de mobilidade do elemento conjuntivo (é norma de pontuação isolar o elemento conjuntivo disperso na sentença). Na alternativa (B), também há erro conceitual, pois a sentença já possui vírgula para separar um elemento adverbial enfatizado após a conjunção. Na hierarquia de separação dos termos sintáticos, é mister que se utilize um sinal de ponto e vírgula para mostrar a diferença de relacionamento sintático dos termos e não um vírgula. Há mais um erro conceitual na questão: a alternativa (E) diz que o elemento “na medida em que” deve ser grafado como “à medida que”. Não se pode asseverar tal pensamento; pois, dentro do contexto em que está inserida a oração, é possível  compreendê-la como um elemento com nexo causal ou, ainda, explicativo – o que não traria prejuízo para a compreensão do texto. Frente a tantos erros na questão, peço sua anulação.

 

INFORMÁTICA

Recurso 1 – Prova 02 PM – Questão 34

Gabarito provisório: B.

Alternativa B:

Ao inserir a fórmula citada na célula E12 o resultado obtido é igual ao apresentado na planilha.

Alternativa C:

Ao inserir na célula G12 a fórmula sugerida o resultado também é igual ao da planilha. Uma vez que a questão apenas aponta que a fórmula foi inserida na célula e pede seu resultado esta também é uma alternativa correta, pois em momento algum foi citado na questão que a fórmula inserida deveria ser tal que ao ser copiada para as demais células da coluna apresentasse os devidos resultados.

Pelas informações apresentadas solicito a anulação da questão, pois a mesma apresenta duas alternativas corretas.

Recurso 2 – Prova 02 PM – Questão 34

Gabarito provisório: B.

Alternativa B:

Ao inserir a fórmula citada na célula E12 o resultado obtido é igual ao apresentado na planilha.

Alternativa D:

A fórmula apresentada na alternativa resulta no valor apresentado na planilha, portanto a alternativa está correta, pois afirma que uma das formas de se obter o resultado é por meio da fórmula citada.

Diante disso peço a anulação da questão, visto que duas alternativas estão corretas.

Recurso 3 – Prova 01 Bombeiro – Questão 30

Gabarito provisório: E

A alternativa C também está correta, pois o Sistema Operacional é o principal programa do computador, cuja finalidade é fornecer condições mínimas ao usuário para que o mesmo possa utilizar aplicações específicas para sua necessidade, como também é uma das responsabilidades do Sistema Operacional controlar quais tarefas estão sendo processadas pela CPU, ou seja, desonerando o usuário de ter de se preocupar ou mesmo realizar o controle do processador, assim pode-se dizer que auxilia o usuário no desempenho (uso) de uma tarefa específica (programa) para processar informações.

Assim peço a anulação da questão uma vez que possui duas alternativas corretas.

Recurso 3 – Prova 01 Bombeiro – Questão 34.

Gabarito provisório: E

A questão não apresenta alternativas incorretas, uma vez que ao arrastar um arquivo utilizando o botão direito move uma pasta para outra bem como se a ação tenha sido feita com o botão esquerdo, visto que em momento algum a alternativa cita se a pasta de origem e destino estão na mesma unidade de disco (diretório). Portanto se a pasta de destino encontra-se na mesma unidade de disco o arquivo arrastado será movido.

Diante da não existência de alternativa INCORRETA solicito a anulação da questão.

 HISTÓRIA E GEOGRAFIA

 Prova 04 PMPR – Questão 21

Essa questão de Paraná tá toda zuada e certamente caberá recurso.

Motivo: A questão pede a alternativa INCORRETA. Temos 3 alternativas que são incorretas apresentando erros de conteúdo.

Segue a questão:
No estado do Paraná, as disputas por limites territoriais e os conflitos pela posse de terra acarretaram alguns episódios sangrentos que exigiram a atuação da Polícia Militar do Paraná. Sobre o tema, assinale a alternativa INCORRETA.
(A) A Conflagração do Sudoeste foi a luta de colonos contra companhias de terras que queriam cobrar pela terra que os colonos haviam recebido em doação.
(B) A Rebelião em Porecatu, também denominada Revolta do Quebra Quilo, foi um conflito que ocorreu no vale do rio Paranapanema.
(C) O conhecido Cerco da Lapa ocorreu na década de 1970, quando militantes comunistas tentaram tomar posse de terras de propriedade privada.
(D) A Guerra do Contestado foi motivada por uma disputa entre os estados do Paraná e Santa Catarina pela posse da região de Palmas.
(E) O Combate do Irani, ocorrido no início do século XX, é considerado o principal episódio da Guerra do Contestado.

Justificativas
A letra B fala sobre a Rebelião de Porecatu Eles fizeram uma confusão nos termos. A Revolta do Quebra Milho ou Guerra de Porecatu ocorreu no vale do rio Paranapanema, mais especificamente na Vila Progresso no então município de Porecatu em fins da década de 1940 e início da seguinte. E a FAFIPA colocou que a revolta de Porecatu foi denominada Quebra Quilo.
A letra C está errada mesmo, sem dúvida
A letra D – A guerra do Contestado não foi motivada por essa disputa. Essa disputa chamamos de Questão do Contestado. A guerra do Contestado tem motivações econômicas, religiosas e sociais, envolvendo posseiros da região. Também está incorreta.

Prova 04 PMPR – Questão 25 – Questão de Geografia.
Motivo: A questão pede para assinalar a Incorreta. Gabarito deu a letra B, de fato está incorreta, mas a letra E também está incorreta. Existe então uma duplicidade de incorretas.

Segue a Questão:
Assinale a alternativa INCORRETA sobre o tráfico de drogas e o terrorismo, e as organizações criminosas.
(A) As organizações criminosas podem se valer da prática de constituir empresas de fachada que operam no mercado com a intenção de “lavar” o dinheiro “sujo”, proveniente do tráfico de drogas.
(B) As drogas ilícitas e as redes criminosas relacionadas fortalecem o Estado de Direito e a segurança da população, na medida em que aumenta a impunidade com a qual esse negócio se sustenta.
(C) Os bilhões de dólares gerados pelas drogas ilícitas alimentam atividades terroristas e estimulam outros crimes como o tráfico de seres humanos e o contrabando de armas e pessoas.
(D) Colômbia e Afeganistão são países profundamente envolvidos com o tráfico de drogas, sendo o primeiro associado à cocaína e o segundo associado a opiáceos diversos.
(E) A África é o único continente que está à margem do tráfico de drogas, de armas e de pessoas.

Justificativa: De acordo com as regras da língua portuguesa “à margem” significa fora, exceto. E o continente africano enfrenta constantemente problemas quanto ao tráfico de armas e pessoas, portanto ele não está fora desse processo.

 



392 comentários sobre:
RECURSOS PROVA PM E BOMBEIRO-PR

  1. Gilvana Castagna comentou em :

    Gente!!!vamos ligar no Alfa pra eles abrirem uma turma até o dia
    17/03, tem muito tempo pra estudar ainda…por favor se manifestem..liguei lá! Já fiz isso e a Vivi disse q não vai ter, apenas revisão, mas se bastante gente se interessar podemos sair na frente!

  2. André Kloss comentou em :

    A prova de BOMBEIRO foi cancelada. Já a prova de Policia Militar, foi informada pelos professores e pela instituição, QUE NÃO HOUVE ERROS.

    • Paulo comentou em :

      Se isso não é erro então oque é?

    • Matheus Ribeiro comentou em :

      Cara como que vc fala isso que a prova não teve erros se nem saiu o julgamento das questões que foram pra recurso, acorda adivinho.

    • leandro1987 comentou em :

      kkkkkkkkkkkk, magina não e erro ter 2 resposta na mesma pergunta então não sei mais de nada kkkkkk,passa a fonte que vc tiro isso amigo obg, ate quem atingiu a media entro com recursos em algumas questão kkkk

  3. Luciano comentou em :

    PESSOAL, ATENTOS PARA OS RECURSOS DOS PROFESSORES, NESTES RECURSOS APRESENTADOS, ELES SERVEM PARA AS PROVAS (1),(4). POREM, AS PROVAS SAO TODAS IGUAIS, OQUE MUDA E APENAS A NUMERAÇÃO. ENTÃO, OS RECURSOS SERVEM PARA TODAS AS PROVAS. CERTO PROFESSOR?

    • gabi comentou em :

      Esses recursos são apenas para a prova da PM?
      Exceto as que eu vi de informática acima citadas, será que tem alguma questão em recurso da prova de BM?

  4. Matheus Ribeiro comentou em :

    Gente se a nota de corte baixar pra 15, vamos correr ate ficar careca por essa merda da fafipa vai chamar todo mundo e só quem estiver preparado para o teste consegue passar.

  5. Leanderson Amaral Peixoto comentou em :

    A alguma possibilidade do cancelamento d prova da PM

  6. Hellen comentou em :

    Professores, eu fiz este concurso e tive as mesmas dúvidas de duplicidade que foram apresentadas por vocês, principalmente na parte de português. Sou estudante de Letras e fiz, em todas as questões que foram erradas, o mesmo raciocínio que vocês mostraram. Conclusão: de 10 questões acertei apenas 4. Não acreditei quando vi as respostas no gabarito, vou levá-las à meus professores para analisarmos juntos.

    • Matheus Ribeiro comentou em :

      Qual a prova que você fez que numero ?

  7. eliane comentou em :

    Como a prova pra BM foi anulada em algumas regioes, independente do motivo ou de eu ter ido bem ou não (e fui muito bem na minha opinião), acho que deveriam ser refeitas as provas em todas as outras regioes pois estamos em desvantagens, porque mesmo que os candidatos de lá não tenham feito a prova correta (a de bombeiro) eles já sabem como funciona as questões, os que não foram bem podem corrigir erros e os que foram bem podem se sair melhor ainda!

    • gabi comentou em :

      Concordo plenamente. Acho que seria interessante serem refeitas as provas de todas as regiões e poderia ser considerada a maior nota entre as duas provas pra que nenhum candidato fosse prejudicado, assim sendo ninguém sairia em desvantagem.

  8. Jhonatan Alberty Martins comentou em :

    Gente Anulação é um pouco complicada, mas tendo em vista que praticamente 25% da prova tem carácter duvidoso fica difícil, apenas mudar a nota de corte !

  9. rafaeloliveira comentou em :

    Meus queridos esquecem eles não vão anular a prova da PM. Pra fundação fafipa não compensa.
    O esquema é estudar e se concentrar nesses novos concursos que estão para abrir.

  10. leandro1987 comentou em :

    Dracula
    Tem uma nota do diretor de ensino da PMPR convocando seus oficiais pra reunião amanha junto ao centro de concursos da fafipa, para definição da situção do concurso, só isso…

    ou seja, não muda nada ate agora mas tem expectativa de anulação de todo o concurso SIM.

    • rafael oliveira comentou em :

      Pra quem foi mal é uma boa. e Pra quem foi bem e esta se gabando com certesa vai passar de novo.