413 comentários sobre:
SAIU O RESULTADO DA CEF! VAMOS VIBRAR JUNTOS!!!

  1. FRANCISCO BRUNO GOMES DE MOURA comentou em :

    SOU UMA PROVA DE QUE A PERSISTÊNCIA É UMA GRANDE VIRTUDE PARA TÃO SONHADA APROVAÇÃO, DEPOIS DE TER BATIDO NA TRAVE ALGUMAS VEZES CONSEGUI SER APROVADO NA CAIXA ECONÔMICA FEDERAL NO POLO DE SOBRAL EM 24º COM 49 PONTOS E 6 NA REDAÇÃO(UUUFA!!!!). AGRADEÇO PRIMEIRAMENTE A DEUS E A TODOS QUE CONFIARAM EM MEU PROPÓSITO.

  2. Aline Ávila comentou em :

    Boa tarde! :)
    Sou monitora presencial e estudo pro concurso do DEPEN, portanto não estudei as matérias doidas de concursos da área bancária. Mas eu consegui gabaritar português, informática, ética, atendimento, que foram matérias que estudei para o INSS. Resultado, estou aprovada lá no rabo do cavalo, mas estou feliz por ter me saído bem nas matérias que eu conhecia e na redação (errei 4 vezes na hora de escrever, fiz uns rabiscos por cima das palavras, mas fiz 9,5 pontos).

    Alfartanos, FORÇA o/

  3. Claudine Alves comentou em :

    Bom Dia!! Muito feliz!! Comecei a estudar 45 dias antes da prova dividindo o tempo de estudo com os cuidados com uma bebê e 4 meses. Eu assistindo ao Aulão de domingo e, ao mesmo tempo, ela mamando ao meu colo.Resultado: 72° lugar no polo São Paulo Capital/ Norte. Com as dicas do Pablo, 9 na redação.(nem acredito)
    Valeu Alfa… sou mais uma Alfartana de coração.

    Parabéns a todos e nunca desistam.

  4. Monitora Online - Aretuza - RJ comentou em :

    Bruna Ribeiro – 6º lugar no INSS e agora 21º lugar na CEF

    Olá equipe ALFA. Começo dizendo que é um grande prazer estar aqui escrevendo meu depoimento para incentivar muitas pessoas a continuar no caminho dos concursos públicos. Meu nome é Bruna, tenho 20 anos, sou do interior de SP e desde os meus 18 anos resolvi que estudaria para concursos públicos. Sempre tive como lema acreditar na beleza dos meus sonhos. E quando encontrei essa equipe maravilhosa, não tive dúvidas, comprei o online e comecei a estudar. Às vezes a rotina cansa, eu trabalho e faço faculdade e então dá pra perceber a correria que é. Mas todo tempo que tive estava eu lá, estudando pelas apostilas do ALFA, ouvindo as aulas, fazendo os exercícios. Segui a risca tudo que ouvi dos professores desse cursinho, quando Pablo falava que era pra decorar até “sair sangue dos olhos” estava eu lá com meu papelzinho lendo nos intervalos do serviço, no horário de almoço…

    Enfim, valeu muito a pena! Estou muito feliz com minhas aprovações. Fiquei em 6º no INSS e agora 21º na CEF. Já sou funcionária pública do município mas pretendo crescer a cada dia mais, pois uma vez escutei uma frase que é a mais pura verdade: Só a gente se limita. E eu não vou me limitar. Quando a gente gosta do que faz, tudo fica mais fácil. E eu aprendi a gostar de estudar, aprendi a gostar de coisas que me darão retorno lá na frente. E eu sei que eu posso e vou conseguir ir mais longe, assim como todos que acreditarem. ALFARTANOS, FORÇA!

    OBRIGADA POR TUDO EQUIPE ALFA!

  5. carol-ba comentou em :

    Sabadão de chva aqui no litoral da bahia……ótimo clima para estudar…….

  6. MACLINO comentou em :

    aprovado oitavo lugar no polo de Rondonopolis MT e aguardando INSS valeu galera do Alfa

  7. Bruno Ribeiro comentou em :

    Grande Pablo!
    Realmente suas dicas foram de muita, mas muita ajuda!
    Arrebentei na redação, cara! Fiz inacreditáveis 9,0 pontos!
    Uma pena essa etapa ser apenas de caráter eliminatório.. Mas é isso aí!
    Equipe Alfa com muita força e dedicação a seus alfartanos!
    Valeu!

  8. Monitora Online - Aretuza - RJ comentou em :

    Richardson Ribeiro – 13° Lugar

    Bom, cheguei em Palmas -TO, em 1992, como eu ainda era uma criança, pensei bem no que fazer, primeiramente agradeço a dona de um supermercado, que doou as paredes de nossa casa, que eram de lona preta – ela nos cedeu 80 cxs de papelão – depois fui vender picolé, o que perdurou até eu completar 16 anos (1997) entrei em uma empresa privada, a qual permaneci até 2003, fiquei trabalhando de autônomo até 2005. Foi quando passei em um concurso para motorista aqui no Município. As questões eram muito fáceis, tomei posse em 2006, em 2007 fiz faculdade de Contábeis ( daquelas que o Evandro fala, uma vez por semana rsrsrs) me formei em Dez/2011. Daí pensei, vou estudar para concurso. Comecei os estudos em 01/02/2011, estudava no “limbo” sem edital aberto, não tinha foco, em dezembro de 2012 quando saiu o edital do Inss resolvi estudar pra valer e o mais importante naquele momento aconteceu, conheci a Equipe Alfa, fiz dois simulados de 60 questões, o primeiro acertei 37, o segundo 40, fui fazer a prova e lá tive uma surpresa!!! a prova não estava num bom nível, perguntas dúbias. Resultado, acertei 49/60 ficando em 35 de 3.330 concorrentes. Essa pedrada que levei, foi um incentivo a mais, me inscrevi no Banco do Brasil, eram 1440 concorrentes apenas, mas estudei pouco, acabei indo fazer a prova sem fé, resultado: aprovado, décimo terceiro lugar. Tomei gosto, vi que o Alfa estava proporcionando à todos: aulões e material de estudo para C.E.F, fiquei empolgado, daí não larguei mais essa equipe. CEF 6.190 concorrentes, resultado: Aprovado,13° Lugar. Bom agora estou estudando para Receita Federal e espero que minha história continue sendo de sucesso, igual a da Equipe Alfa.

  9. Monitora Online - Aretuza - RJ comentou em :

    Bruna Bueno – SP- interior – 14° – Polo Jáu

    Bom, meu nome é Bruna Bueno, tenho 18 anos mas conheci o Alfa ainda com 17 anos.
    Sempre admirei essas pessoas que trabalham em “lugares importantes” mas sinceramente nunca imaginei que poderia um dia vir a me tornar uma delas, apesar de desejar muito isso.
    Digo “lugares importantes” pois é assim que os vemos quando somos mais jovens.. eu comecei a percebe-los desde os 12 anos…
    Enfim, eu fazia estágio no INSS comecei em 2009 e desde então fiquei fascinada com aquele lugar. Adorava atender o público, poder fazer algo por eles…
    Então quando soube da hipótese do concurso eu quis fazê-lo porém logo desisti “Essa coisa de concurso não é pra mim” tinha 15 anos.
    Em 2012, ano em que acabaria meu estágio, os boatos ficaram mais fortes e eu fui me animando. Havia uma servidora, cujo o nome irei preservar, que me apoiava muito a estudar. Então resolvi fazê-lo. 17 anos.
    Claro que meu estudo estava longe de ser produtivo, comecei pelo youtube, com aulas de previdenciário e as peguntas que eu fazia para os servidores sobre os benefícios.
    Em Alfa em Agosto de 2011, correção de um simulado da prof Lilian. Acertei algumas questões mas outras em nem fazia ideia de porque as errava. Decidi que precisava daquele curso, não sabia como iria pagar, meu salário de estágio era mínimo, e eu ainda dava uma parte dele para meu pai. Bom, meu pai sempre quis que eu estudasse e quando eu comentei com ele sobre o Alfa ele na hora me disse: Filha, se você quiser mesmo, de verdade, eu lhe dou o curso completo.
    Quase morri de felicidade. Uma semana depois já estava com o curso. Mas ainda não sabia estudar e isso foi determinante para atrapalhar meu desempenho. Dois meses antes do concurso, quando sai do meu estágio, eu aprendi a estudar. Conversei com meus pais e disse que não iria procurar emprego pois queria dedicar-me aos estudos, dito e feito eles me apoiaram como nunca! Ai meu filho eram 14 horas de estudo diárias. Já estava parecendo um zumbi. Precisava estudar muito, pois não sou daquelas que assimilam facilmente o conteúdo, então essas horas me rendiam 6 horas efetivas de aprendizado.
    Aprova foi dia 12 de fevereiro, e o resultado sairia dia 5 de março (se não me engano), quando eu completaria 18 anos. Resultado, 47 pontos doídos no INSS, eu precisava de 50. fiquei em 40ª. Foi terrível, pior sensação do UNIVERSO. Nunca havia ficado tão triste.
    Confesso que demorei para me recuperar, o tombo foi feio. Mas resolvi, ainda tristonha continuar, apesar de pensar inúmeras vezes em desistir.
    Entrei o blog, o Evandro, os monitores, antes de virarem monitores, sempre com mensagens positivas e alguns choques de realidade (rsrs) Fizeram-me continuar.
    Então eu resolvi, tirar uma grana da minha poupança, pois fiquei com vergonha de pedir mais dinheiro ao meu pai, além de saber que a situação financeira estava feia em casa, e comprei todo o conteúdo específico. Pedi dinheiro para imprimir os PDF apenas, e assim fiz minha “apostila”. Levava ela para escola à noite.
    Abriu um concurso, fácil de passar sabe, esses de agente organizacional, no mesmo dia do da CEF, eu quase desisti. Olhando agora parecia besteira, mas quando o desespero aperta a gente parece que não raciocina.
    Enfim, resolvi optar pela CEF. Bisonhei na redação e fiquei todo esse tempo pedindo muito a Deus para me ajudar a obter a nota mínima.
    O resultado foi 49 pontos, 6,50 na redação, e a classificação em 14º no polo. Quase infartei. Tremia igual vara verde. Coração disparou, é quase inexplicável.
    Pulei, sorri, chorei, gritei e agradeci! Agradeci muito! Meus pais diziam: eu disse filha, você merece, nos sempre confiamos em você.
    Isso é muito gratificante.

    Galera, para encerrar, deixo a minha frase preferida (o Evandro sempre a diz) “Acredite na beleza de seus sonhos”. Só assim você poderá mostrar para o mundo do que você é capaz!

  10. Paulo Barros comentou em :

    Agradeço a Deus que colocou o Alfa na minha vida.

    Depois de Bomba no INSS

    Polo Sp Interior Osasco 90°

    • Paulo Barros comentou em :

      Detalhe!

      Minha esposa foi contagiada, rs.