CONFIANÇA É FUNDAMENTAL!

 

Meus caros leitores e alunos, ninguém precisa ficar desesperado, pois as apostilas do projeto dos 10 últimos dias já estão sendo despachadas pelo setor de material que trabalhou a noite toda!

Os meninos estão comprometidos e nada dará errado, lembrando que a ideia inicial é que a apostila seja usada nos “últimos 10 dias”, ou seja, ela tem que estar em suas mãos até o dia 01/02!

Meu povo da WEB fiquem tranquilos pois estamos previlegiando vocês, tanto que o primeiro lote de apostila não foi disponibilizado para venda no presencial, eles terão contato somente a partir de segunda feira dia 30/01!

A CONFIANÇA É TUDO!

Quando entro em sala na turma do presencial eu tenho uma fala bem conhecida que reproduzirei aqui na net: ” Se você não confia na equipe coloca a apostila debaixo do braço e vá embora!”.

Não adianta ser um equipe sem ter confiança, por esse motivo tenham calma, esgotem seus materiais e estudem firme até o dia 31! Dia primeiro comecem um novo projeto, façam os exercícios por três vezes e do jeito que estamos orientando e vá corrigindo suas falhas.

Dessa forma, você terá um “norte” do dia 01 até o dia 10, lembrando que dia 11 temos a super revisão de véspera que ninguém pode perder! Dia 12 estaremos juntos com vocês de coração em todos os lugares do Brasil e soltaremos uma postagem especial para que você leia antes da prova e tenho certeza, ela fara toda a diferença!

Depois do dia 12 o INSS é passado e começaremos novos projetos, entre os quais Receita Federal, Polícia Federal, Tribunais e inúmeros outros no decorrer de 2012!

Conclusão: Estamos aqui todos os dias, seja no presencial, seja no online e aqui no site da Equipe, nossa parte é organizar você e ministrar as melhores aulas do Brasil, a de vocês é estudar, EStudar, ESTUDar e ESTUDAR até que a aprovação chegue!!!

” O insucesso é apenas um ótima oportunidade para que os iluminados comecem de novo e melhor!”

 Fé, força e rumo à aprovação!!!

Deus é Pai e lembre-se: Confiança é tudo!!!

 



94 comentários sobre:
CONFIANÇA É FUNDAMENTAL!

  1. Maria_Belém/PA comentou em :

    Boa tarde Alfartanos,
    Passando rápido para agradecer sempre a sua disponibilidade Evandro(já te disse isso,obrigada!) buscando sempre fazer o melhor e atendendo todos nós…
    A minha apostila já está em Belém p/ser entregue e devo receber hoje(rápido mesmo)…valeu família Alfa que trabalhou forte p/esgotar todas as possibilidades do edital…obrigada tb Cristian pela atenção.
    Deus ilumine e proteja todos nós!
    Fé e Força família!

  2. Elizangela - Ac comentou em :

    Olá Evandro!
    Moro num estado onde a difença do fuso horário é de 2 horas. Nesse exato momento são 09:26. Como farei para acessar no dia da revisão do INSS?

  3. Jorge Leandro comentou em :

    Evandro confeço que logo no começo eu coloquei um pouco de resistência para fazer o curso, quando você me falou estude primeiro as matéias básicas daí eu pensei não quero ver logo tudo se não vai demorar muito.
    Mas não demoro muito tempo para eu perceber que você estava certo afinal de contas uma casa se constroi tijolo por tijolo não é verdade, valeu abraço.

    Evandro meu nobre que horas eu tenho que acessar o site para conseguir assistir a super revisão?.

  4. RAlves - BA comentou em :

    Confiança no Alfa e autoconfiança são fundamentais !
    “Alô você” !!! Evandro!
    Abração aqui da Bahia meu brother!

  5. Jorge Leandro comentou em :

    Evandro meu nobre cara eu não teria essa paciência que você têm, mas graças a Deus que temos pessoas assim. agora meu brother me fala ai o pessoal ta achando que aprova do dia 12 vai estar na apostila é? que desespero é esse galera cuidado com a ansiedade que atrapalha e muito……..
    Eu comprei pela entrega PAC e chegou em 4 dias, e ollha que eu moro longe daí viu.
    Valeu abraço.

  6. Jorge Novaes comentou em :

    Caro colega Evandro, descobri vosso site há pouco, mas foi suficiente pra pegar algumas dicas importantes. Desde já, agradeço à equipe Alfa pela presteza no material dos “últimos 10 dias”.
    Abraço a todos Alfartanos.

  7. Caio Oliveira comentou em :

    Boa noite professor Evandro!

    Cabe primeiramente dizer que me envolvi com os estudos para o concurso do INSS muito recentemente. Desse modo, só fui conhecer a Alfa há pouco tempo, e me arrependo muito por isso, pois estou achando incríveis as aulas, dicas, correções de simulados (ainda que eu não tenha feito nenhum simulado, as correções são extremamente úteis), e tudo mais.

    Tenho uma pergunta com relação à revisão do dia 11:
    Ela será para os alunos do Alfa, será pública, será transmitida em algum lugar… como vai funcionar?

    Grato!

  8. Elisandro comentou em :

    Pô Evandro, to preocupado, não sei o que fazer, no dia 11, SUPER REVISÃO, tenho que trabalhar. Não sei o que faço, to pensando em meter um ATESTADO, não quero perder…
    O que vc acha?

    • Evandro Guedes comentou em :

      Vai doar sangue meu filho, assim faz uma boa ação e não tem que trabalhar naquele dia!

    • Joicy comentou em :

      kkkkkk
      isso aí!!!!!!

      (o negócio é punk… mas mesmo assim, consigo me divertir contigo, Evandro)

      kkkkkkk

  9. Leny Carvalho comentou em :

    Evandro, muito rapido o atendimento, paguei ontem ja quase noite, e hj ja recebí um e-mail avisando q a apsotila ja foi enviada!! Parabens, não tem como não confiar em vcs, realmente vcs são 10000000000!!!

  10. VANILSON GOMES REIS comentou em :

    Alguem me ajude!!!!
    O que eu faço? Qual devo seguir?

    Decreto 3048/99

    Art. 167

    § 2º É vedado o recebimento conjunto do seguro-desemprego com qualquer benefício de prestação continuada da previdência social, exceto pensão por morte, auxílio-reclusão, auxílio-acidente, auxílio-suplementar ou abono de permanência em serviço.

    Lei 8213/91

    Art. 124…
    Parágrafo único: É vedado o recebimento conjunto do seguro-desemprego com qualquer beneficio de prestação continuada da presidência social, exceto pensão por morte ou auxílio-acidente.

    • Antonio comentou em :

      Art.124.
      No simulado do dia 16 há uma questão que irá te ajudar com sua dúvida: Questão 42. O seguro desemprego não poderá cumular com os benefícios previdenciários,exceto:

      (A) Pensão por morte e auxilio acidente
      (B) Pensão por morte e auxilio doença
      (C) Salário família e pensão por morte
      (D) Aposentadoria por invalidez e auxilio acidente
      (E) Aposentadoria por idade e pensão por morte

      Resposta certa: Letra A. (Pensão por morte e Auxilio acidente.

    • Ricardo Barsosa -GO comentou em :

      tem tempo que não comento!!!! meu brother, foram extinto apesar de estar no texto de lei. e não é só esses.
      é vedado o recebimento conjunto de benefícios previdenciários com benefícios assitenciais, salvo a dos dependentes das vítimas de hemodiálase caruaru. também dos benefícios de prestação contínuada com as vitimas da síndrome da talidomida que pode receber conjunto tb.
      Me aguardem estou igual mireiro comendo queto.
      fé, força e rumo à aprovação!!!!!! trindade-go.

    • Ricardo Barsosa -GO comentou em :

      obs: os que foram extintos auxílio-suplementar ou abono de permanência em serviço

    • Ricardo Barsosa -GO comentou em :

      XII – pensão por morte deixada por cônjuge ou companheiro
      com auxílio-reclusão de cônjuge ou companheiro, para evento ocorrido a partir de 29 de abril de 1995, data da publicação da Lei nº 9.032, de 1995, facultado o direito de opção pelo mais vantajoso
      sua dúvida está ai.

    • Ricardo Barsosa -GO comentou em :

      A Instrução Normativa nº 45/2010, além das nove impossibilidades de acumulação contidas no artigo 167 do Regulamento, aponta outras vedações à acumulação. São listados 17 situações de impossibilidade de acumulação de benefícios:

      I – aposentadoria com auxílio-doença;

      II – auxílio-acidente com auxílio-doença, do mesmo acidente ou da mesma doença que o gerou;

      III – renda mensal vitalícia (benefício já extinto que não é mais concedido) com qualquer outra espécie de benefício da Previdência Social;

      IV – pensão mensal vitalícia de seringueiro (soldado da borracha), com qualquer outro benefício de prestação continuada mantida pela Previdência Social;

      V – aposentadoria com auxílio-acidente, quando a consolidação das lesões decorrentes de acidentes de qualquer natureza, que resulte em sequelas definitivas, nos termos do art. 86 da Lei nº 8.213, de 1991, tiver ocorrido a partir de 11 de novembro de 1997, véspera da publicação da MP nº 1.596-14, de 1997, convertida na Lei nº 9.528, de 1997;

      VI – mais de uma aposentadoria, exceto com DIB anterior a janeiro de 1967, de acordo com o Decreto-Lei nº 72, de 21 de novembro de 1966;

      VII – aposentadoria com abono de permanência em serviço (abono já foi extinto);

      VIII – salário-maternidade com auxílio-doença;

      IX – mais de um auxílio-doença, inclusive acidentário;

      X – mais de um auxílio-acidente;

      XI – mais de uma pensão deixada por cônjuge ou companheiro, facultado o direito de opção pela mais vantajosa, exceto se o óbito tenha ocorrido até 28 de abril de 1995, véspera da publicação da Lei nº 9.032, de 1995, período em que era permitida a acumulação, observado o disposto no art. 326;

      XII – pensão por morte deixada por cônjuge ou companheiro com auxílio-reclusão de cônjuge ou companheiro, para evento ocorrido a partir de 29 de abril de 1995, data da publicação da Lei nº 9.032, de 1995, facultado o direito de opção pelo mais vantajoso;

      XIII – mais de um auxílio-reclusão de instituidor cônjuge ou companheiro, para evento ocorrido a partir de 29 de abril de 1995, data da publicação da Lei nº 9.032, de 1995, facultado o direito de opção pelo mais vantajoso;

      XIV – auxílio-reclusão pago aos dependentes, com auxílio-doença, aposentadoria ou abono de permanência em serviço (já extinto) do segurado recluso;

      XV – seguro-desemprego com qualquer benefício de prestação continuada da Previdência Social, exceto pensão por morte, auxílio-reclusão, auxílio-acidente, auxílio-suplementar (já extinto) e abono de permanência em serviço (já extinto);

      XVI – benefício assistencial com benefício da Previdência Social ou de qualquer outro regime previdenciário, exceto a Pensão Especial Mensal aos Dependentes das Vítimas da Hemodiálise em Caruaru prevista na Lei nº 9.422, de 24 de dezembro de 1996; e

      XVII – auxílio-suplementar (já extinto) com aposentadoria ou auxílio-doença
      eA Instrução Normativa nº 45/2010, além das nove impossibilidades de acumulação contidas no artigo 167 do Regulamento, aponta outras vedações à acumulação. São listados 17 situações de impossibilidade de acumulação de benefícios:

      I – aposentadoria com auxílio-doença;

      II – auxílio-acidente com auxílio-doença, do mesmo acidente ou da mesma doença que o gerou;

      III – renda mensal vitalícia (benefício já extinto que não é mais concedido) com qualquer outra espécie de benefício da Previdência Social;

      IV – pensão mensal vitalícia de seringueiro (soldado da borracha), com qualquer outro benefício de prestação continuada mantida pela Previdência Social;

      V – aposentadoria com auxílio-acidente, quando a consolidação das lesões decorrentes de acidentes de qualquer natureza, que resulte em sequelas definitivas, nos termos do art. 86 da Lei nº 8.213, de 1991, tiver ocorrido a partir de 11 de novembro de 1997, véspera da publicação da MP nº 1.596-14, de 1997, convertida na Lei nº 9.528, de 1997;

      VI – mais de uma aposentadoria, exceto com DIB anterior a janeiro de 1967, de acordo com o Decreto-Lei nº 72, de 21 de novembro de 1966;

      VII – aposentadoria com abono de permanência em serviço (abono já foi extinto);

      VIII – salário-maternidade com auxílio-doença;

      IX – mais de um auxílio-doença, inclusive acidentário;

      X – mais de um auxílio-acidente;

      XI – mais de uma pensão deixada por cônjuge ou companheiro, facultado o direito de opção pela mais vantajosa, exceto se o óbito tenha ocorrido até 28 de abril de 1995, véspera da publicação da Lei nº 9.032, de 1995, período em que era permitida a acumulação, observado o disposto no art. 326;

      XII – pensão por morte deixada por cônjuge ou companheiro com auxílio-reclusão de cônjuge ou companheiro, para evento ocorrido a partir de 29 de abril de 1995, data da publicação da Lei nº 9.032, de 1995, facultado o direito de opção pelo mais vantajoso;

      XIII – mais de um auxílio-reclusão de instituidor cônjuge ou companheiro, para evento ocorrido a partir de 29 de abril de 1995, data da publicação da Lei nº 9.032, de 1995, facultado o direito de opção pelo mais vantajoso;

      XIV – auxílio-reclusão pago aos dependentes, com auxílio-doença, aposentadoria ou abono de permanência em serviço (já extinto) do segurado recluso;

      XV – seguro-desemprego com qualquer benefício de prestação continuada da Previdência Social, exceto pensão por morte, auxílio-reclusão, auxílio-acidente, auxílio-suplementar (já extinto) e abono de permanência em serviço (já extinto);

      XVI – benefício assistencial com benefício da Previdência Social ou de qualquer outro regime previdenciário, exceto a Pensão Especial Mensal aos Dependentes das Vítimas da Hemodiálise em Caruaru prevista na Lei nº 9.422, de 24 de dezembro de 1996; e

      XVII – auxílio-suplementar (já extinto) com aposentadoria ou auxílio-doença
      eA Instrução Normativa nº 45/2010, além das nove impossibilidades de acumulação contidas no artigo 167 do Regulamento, aponta outras vedações à acumulação. São listados 17 situações de impossibilidade de acumulação de benefícios:

      I – aposentadoria com auxílio-doença;

      II – auxílio-acidente com auxílio-doença, do mesmo acidente ou da mesma doença que o gerou;

      III – renda mensal vitalícia (benefício já extinto que não é mais concedido) com qualquer outra espécie de benefício da Previdência Social;

      IV – pensão mensal vitalícia de seringueiro (soldado da borracha), com qualquer outro benefício de prestação continuada mantida pela Previdência Social;

      V – aposentadoria com auxílio-acidente, quando a consolidação das lesões decorrentes de acidentes de qualquer natureza, que resulte em sequelas definitivas, nos termos do art. 86 da Lei nº 8.213, de 1991, tiver ocorrido a partir de 11 de novembro de 1997, véspera da publicação da MP nº 1.596-14, de 1997, convertida na Lei nº 9.528, de 1997;

      VI – mais de uma aposentadoria, exceto com DIB anterior a janeiro de 1967, de acordo com o Decreto-Lei nº 72, de 21 de novembro de 1966;

      VII – aposentadoria com abono de permanência em serviço (abono já foi extinto);

      VIII – salário-maternidade com auxílio-doença;

      IX – mais de um auxílio-doença, inclusive acidentário;

      X – mais de um auxílio-acidente;

      XI – mais de uma pensão deixada por cônjuge ou companheiro, facultado o direito de opção pela mais vantajosa, exceto se o óbito tenha ocorrido até 28 de abril de 1995, véspera da publicação da Lei nº 9.032, de 1995, período em que era permitida a acumulação, observado o disposto no art. 326;

      XII – pensão por morte deixada por cônjuge ou companheiro com auxílio-reclusão de cônjuge ou companheiro, para evento ocorrido a partir de 29 de abril de 1995, data da publicação da Lei nº 9.032, de 1995, facultado o direito de opção pelo mais vantajoso;

      XIII – mais de um auxílio-reclusão de instituidor cônjuge ou companheiro, para evento ocorrido a partir de 29 de abril de 1995, data da publicação da Lei nº 9.032, de 1995, facultado o direito de opção pelo mais vantajoso;

      XIV – auxílio-reclusão pago aos dependentes, com auxílio-doença, aposentadoria ou abono de permanência em serviço (já extinto) do segurado recluso;

      XV – seguro-desemprego com qualquer benefício de prestação continuada da Previdência Social, exceto pensão por morte, auxílio-reclusão, auxílio-acidente, auxílio-suplementar (já extinto) e abono de permanência em serviço (já extinto);

      XVI – benefício assistencial com benefício da Previdência Social ou de qualquer outro regime previdenciário, exceto a Pensão Especial Mensal aos Dependentes das Vítimas da Hemodiálise em Caruaru prevista na Lei nº 9.422, de 24 de dezembro de 1996; e

      XVII – auxílio-suplementar (já extinto) com aposentadoria ou auxílio-doença

    • VANILSON GOMES REIS comentou em :

      Ricardo, Você tem a lei ou sumula que versa sobre a extinção do auxílio-suplementar ou abono de permanência em serviço. Obrigado pela ajuda.

    • Ricardo Barsosa -GO comentou em :

      pÔ cara não tenho, o texto saiu 2 vezes fico grande em.
      eu já vih todas as leis e decretos que vão cair no inss
      8212,8213, bpc loas,Decreto n.° 3.048, de 06/05/1999 e

      eu pego uns ” plus” para vc ver é a instrução normativa n-45.
      2010.
      mais vc não precisa específica a extinção do auxílio-suplementar ou abono de permanência em serviço, pq não deve cair na prova.
      como o evandro fala não estude nem mais, nem menos do que vai cair no edital!!!
      espero ter ajudado!!!

    • VANILSON GOMES REIS comentou em :

      Valeu Ricardo!!!! Vamos juntos!

  11. VIVIANE RIBEIRO comentou em :

    evandro, boa tarde!
    domingo o aulão será disponibilizado para o inss?

    • Evandro Guedes comentou em :

      Sim, a super revisão poderá assistir quem quiser e na verdade eu espero vocês na aula, pois a maioria das matérias são simulares e não quero ninguém sem estudar forte no domingo!

    • Maria_Belém/PA comentou em :

      Não perderei a revisão domingo.
      Fé e força!!!

  12. Cibele de Parnaíba-Pi comentou em :

    O encaminhamento da minha apostila também está esquisito ou não estou entendendo?
    Lá fala que está em trânsito para CTE Curitiba.
    Alguém pode me explicar isso?

    • Evandro Guedes comentou em :

      mande no fale conosco do site das apostilas!

    • Mauro R. Pereira - São Domingos das Dores-MG comentou em :

      Evandro a minha também foi encaminhada pra Curitiba.
      Pelo que parece não é um caso isolado.

    • Guilherme Ferraz - ES comentou em :

      O meu também foi encaminhado para Curitiba!!!ta certo?

    • Edson_SP comentou em :

      Pessoal, o transporte de todas as encomendas do Paraná passam pela Agência de Curitiba, e de lá vão para o restante do país (de avião ou terrestre).

      O meu também está a caminho de Curitiba, e amanhã provavelmente estará informando que estará indo para São Paulo, assim como o de vocês irem para a cidade de vocês.

      Vamos aguardar.

    • Maria_Belém/PA comentou em :

      Oi apareceu o mesmo no rastreamento e agora consta Cascavel novamente…
      Já enviei e-mail p/o atendimento e estou aguardando….
      Abs

    • Rose Matos comentou em :

      Calma gente,
      Postagem correios é assim mesmo. A encomenda saiu de Cascavel, vai para o Centro Distruibuição e armanezamento de Curirtiba, é realizada a distribuição para cada regiâo regiâo/cidade.

      Relaxem e estduem mais, o resultado poderá ser melhor, nâo adianta ficar checando o site dos correios ou do ALFA toda hora.

    • Cristian Lima - Equipe Alfa Concursos (Setor de Materiais) comentou em :

      Pessoal, controlen-se!
      Todos os materiais que são enviados para outros estados devem ir até a capital, Curitiba, pois de lá é encaminhado para as capitais de destino e depois para suas cidades, podem ficarem tranquilos, só peço a gentileza que continuem acompanhando os códigos de rastreio, qualquer dúvida entrem em contato pelo site no fale conosco que responderemos.
      agora todos que compraram já receberam seus códigos de rastreamento.

      valeuu!!!!!!!!

  13. Marcus Vinícius comentou em :

    blz Japa,

    A técnica dos 10 minutos funciona mesmo, ou é só brincadeira???

    • Japa comentou em :

      Fala Marcus, pra mim funciona sim. Nos dias que estou acabadão, cansado, com os olhos ardendo, Tiro 10 minutos marcados no celular (pra despertar na h ora que completar!) e quando acordo ainda dou uma “Injeção de ânimo” com café, pó de guaraná. Pode não ser a melhor das técnicas, nem a mais saudável, mas é a que dá pra usar nesta reta final.
      Bons estudos cara!

    • Evandro Guedes comentou em :

      Ligue urgente para 45 3220 2832 (pode ter acontecido sim), pois esta uma loucura aquilo lá!

      vou conferir também!

    • BRUNO TESOLIM comentou em :

      blz ja entrei em contato com o cristian ele vai no correio ver o que aconteceu!!!!

      tamo junto!!!!

  14. Clayton-Pe. comentou em :

    2. Sebastião é governador de um determinado Estado brasileiro
    e pretende se candidatar à reeleição nas próximas
    eleições. Neste caso, de acordo com a Constituição Federal
    de 1988, Sebastião
    (A) deverá se afastar do cargo até três meses antes do
    pleito, mas continuará recebendo a respectiva remuneração.
    (B) deverá renunciar ao seu mandato até seis meses
    antes do pleito.
    (C) deverá se afastar do cargo até seis meses antes do
    pleito, mas continuará recebendo a respectiva remuneração.
    (D) deverá renunciar ao seu mandato até três meses
    antes do pleito.
    (E) poderá permanecer no cargo, inexistindo obrigatoriedade
    de renúncia ao mandato.
    _____________________________________________________

    ola galera nessa questao marquei a letra ..B…mas a correta é a letra E…alguem poderia me explica o porque ela esta certa…valeu…

    • Japa comentou em :

      Os chefes do poder executivo de cada um dos entes poderão se candidatar à reeleição para um único período subsequente, só havendo a necessidade da renúncia (leia bem: renúncia e não afastamento), para concorrerem a outros cargos.

      É PARA OUTRO CARGO (RENUNCIAR ATÉ SEIS MESES ANTES DO PLEITO)

      É PARA O MESMO CARGO (NÃO PRECISA RENUNCIAR/AFASTAR DO CARGO)

      Acho que isso, a fundamentão acho que alguém daqui do site pode te dar melhor pois eu vi isso quando estava fazendo simulados pro TRE.

    • Edson_SP comentou em :

      Qual foi o concurso que teve essa questão Clayton? Tem que verificar se a FCC aceitou o recurso dessa questão, pois de início a B é a resposta correta, por se tratar de REELEIÇÃO.

      Art 14, § 6º – Para concorrerem a outros cargos, o Presidente da República, os Governadores de Estado e do Distrito Federal e os Prefeitos devem renunciar aos respectivos mandatos até seis meses antes do pleito.

    • Japa comentou em :

      Grande Edson, mas a questão fala em reeleição, ou seja mesmo cargo.
      no caso que você citou do:

      “Art 14, § 6º – Para concorrerem a OUTROS cargos, o Presidente da República, os Governadores de Estado e do Distrito Federal e os Prefeitos devem renunciar aos respectivos mandatos até seis meses antes do pleito.”

      Renúncia ocorrerá somente quando o governador for concorrer a outro cargo. Acho que é isso, não lembro onde fiz esse simulado, mas ele tinha a mesma questão, eu fiquei “doido” nela…até ver esta parte. Mas vamos esperar um professor esclarecer melhor.
      Fé, força e rumo a aprovação!

    • Edson_SP comentou em :

      Fala Japa,

      Fui rever a aula do Daniel agorinha (aula 6) para confirmar a informação, realmente, candidato à reeleição para o MESMO CARGO não precisa renunciar ao mesmo. Só precisa renunciar se for pra OUTRO CARGO.

      Comi bola agora, mas foi até bom, porque é melhor errar agora do que na prova.

      Abraço e rumo a aprovação.

    • Japa comentou em :

      É isso aí cara, a gente sofre, sofre aprendendo pra passar num concurso, mas o conhecimento fica guardado. Em breve comemoraremos nossa aprovação. Essa a gente já errou mas não erra mais. Abraço!

    • Clayton-Pe. comentou em :

      foi do TRT 11 primeira regiao,ja este ano 2012.

    • Clayton-Pe. comentou em :

      TRT 11 REGIAO JA ESTE ANO 2012

  15. Leda comentou em :

    ATT:Equipe alfa

    prof.Evandro hoje 10:38 vc me dise:Oi Leda, você deveria ter recebido por e-mail, mas o Cristian providencia para vocês isso em dois palitos!

    ate o momento nada.

    estou aguardando

    • Evandro Guedes comentou em :

      POXA Leda liga para 45 3220-2832 (eu estou aqui me matando e vendo 300 coisas ao mesmo temo, da uma ligadinha para lá, não custa nada!) E pede o Cristian , que é o cara mais foda do mundo e esta mandando mais de 1000 apostilas em 2 dias, que ele COM CERTEZA vai resolver as coisas por vc!

      Primeiro era o cupon, resolvemos! Agora o rastreio!!! Pega leve também…..

      Fé, força e rumo à aprovação! e ve se VAI ESTUDAR!!!

    • Leda comentou em :

      estou pegando leve,so que eu nao tenho culpa se nao respondem aos meus email,infelizmente esse e o unico jeito de obter respostas para as minhas perguntas.

      Desculpe se estou encomodando.

      muito obrigada por me atender

    • Cristian - Equipe Alfa Concursos ( setor de materiais) comentou em :

      Leda, neste momento você já deve ter recebido seu código de rastreamento. Peço desculpas por não ter respondido as mensagens do fale conosco, mas passamos o dia todo até as 17:30 sem parar embalando materiais.
      melhor peço desculpas a todos que ficaram sem respostas no fale conosco ontem e hoje também, amanha estará tudo normal.

      obrigado…