RESUMO DO LIVRO "MANUAL DO CONCURSEIRO A GRANDE JOGADA". APRENDA A PASSAR EM CONCURSO PÚBLICO COM TÉCNICA!!!

APRENDA A ESTUDAR COM O MANUAL DO CONCURSEIRO

“A GRANDE JOGADA”.

Meu povo, a maior recompensa em trabalhar com concursos públicos é ter a possibilidade de participar de mudanças de vida. Nos dedicamos a um propósito e para acança-lo a dedicação tem que ser intensa. Os concursos públicos no Brasil se profissionalizaram de uma forma que a preparação deve ser feita de uma forma organizada e estratégica e é exatamente aqui, que nós da equipe Alfa Concursos Públicos entramos!

MANUAL DO CONCURSEIRO

(A GRANDE JOGADA)

1ª PARTE

Vou redigir aqui, algo que continuarei fazendo durante todo o curso dos senhores. As minhas orientações são fruto de muitos erros e acertos e quero encurtar a preparação dos senhores cortando os erros. Para melhor visualização e entendimento vou separar as dicas por assunto e enumera-las:

O INÍCIO DA PREPARAÇÃO:

01) Nessa fase, erros comuns acontecem e as perguntas são muitas, assim vamos tentam condensar as maiores dúvidas e responde-las de forma a maximizar a preparação.

Não sei o que estudar, o quê faço?

Responta: O inicio da preparação é muito conturbado. Matérias novas, matérias que não vemos há anos, matérias exatas que “achamos” que nunca vamos aprender. Essas incertezas se concertam com um pouco de organização. Você estão tento uma grade de 2 ou 3 matérias, assim, esqueça – por enquanto -, as demais e dedique-se a elas. Exemplo: Se você está tendo aula com o Daniel Sena, com o Josemar e com O Pablo, estude essas matérias e tente absorver o máximo. Tente não deixar acumular materia, faça os exercícios postados pelos professores e baixe o máximo de provas relativas a banca examinadora, isso é fundamental.

Por qual material estudo?

Resposta:Essa pergunta é bem interessante, pois isso vai depender do nível do concurso que você está fazendo. A realidade de vocês é bem comoda , pois vocês estão estudando por materiais elaborado pelos próprios professores. Eles estão sob minha orientação e estamos nos baseando no conteúdo programático do último concurso em consoancia com as caracteristicas da banca CESPE/UNB. Assim, nesse primeiro momento, esgote a nossa apostila e siga os materiais de apoio do site, que diga-se de passagem, serão muitos. Em primeiro momento, esses materiais que listei serão mais do que sufiente, estude-os até o esgotamento total, apostila foi feita para ser “bizurada”, rabisque-a e anote tudo de mais relevante.

Como aproveito as aulas em sua plenitude?

Resposta:Meu povo, está provado que você absolve de 30% a 40% do conteúdo das aulas. Assim é fundamental que você compre um gravador de voz, esses baratinhos que são encontrados no camelo. Estamos na era da tecnologia e quase tudo serve para gravar, MP3, MP4, CELULAR, enfim, o que der para você ouvir depois com qualidade é válido. Fico simplesmente doido quando vejo alunos que não gravam as aulas. Meu povão, quem não gravar as minhas aulas de administrativo por exemplo, vai boair por um bom tempo, pois o conteúdo é muito extenso e a carga horária é relativamente curta. Assim, grave na aula e vá manter a forma corrento no lago e me ouvindo falar…..pode não ser o programa mais agradável do mundo, mas com toda certeza vai fazer você superar muitos candidatos!

Como estudo em casa?

Resposta:Estudar em casa é necessário e sem esse suporte é muito difícil conseguir a aprovação. Não adianta nada ir no cursinho e não estudar em casa. É nesse ambiente que você evolui e reforça o que aprendeu em sala de aula. Separe um espaço na sua casa, pode ser o canto do seu quarto, uma garagem, uma sacada. Qualquer lugar serve, desde que seja o seu “cantinho do conhecimento”. Pode pegar aquelas mesas velhas que ninguém usa, coloque uma cadeira razoalvemente confortavél, se não tiver cadeira confortável pode usar aquela da cozinha mesmo, mas ela não pode é arrebentar a sua coluna. Mas veja bem, o local tem que ter iluminação e não pode ser barulhento, pois a concentração é tudo. Vou listar aqui o “kit concurseiro sem dinheiro”:

01) Mesa para estudo

02) Cadeira que não arrebente sua coluna

03) Luminária, pode ser aquelas de dez reais vendidas no R$ 1,99 mesmo!

04) Material de estudo adquado.( expliquei em outro tópico)

05) Muita disposição!

Pronto, agora você já está preparado para mudar de vida, assita menos TV, pare de sair finais de semana, esqueça o namoro e concentre-se, pois eu consegui mudar minha vida fazendo isso! Agora é sua vez de me ajudar a mudar a sua realidade de vida.

Não consigo me concentrar, será que eu não nasci para estudar?

Resposta:Pode parar seu monstro! Ninguém nasceu “para estudar”, só estudamos porque é uma conseguencia natural e de uma opção de vida que fizemos. Eu mesmo, prefiro muito mais ir para um barzinho tomar um chop do que ficar estdando, isso é fato! O que determina nossa concentração e nossa “vontade” de estudar é quanto queremos mudar de vida. Vou dar um exemplo do que ocorreu comigo: No início do ano eu estava muito cansado e por mais que experiência me indicasse para um caminho eu estava indo para outro. Eu sentava começava a estudar, decorridas umas duas horas eu já estava fadigado e começava a desviar meu foco. Procurei motivação de todos os lados e sabe onde encontrei? Vou contar. Eu estava no meu “cantinho do conhecimento” – mas como já passei no concurso o meu não é de pobre, tem ar condicionado e aquelas cadeiras cheias de sacanagem, mas não tem nada, você também chega lá! Voltando, eu estava estudando e o quarto estava bem fresquinho, uns 19 graus, muito agradável, só que lá fora, fazia uns 35 graus, estava um calor tremento. Dessa forma, eu tentava desesperadamente achar uma solução para a minha desmotivação, nesse meio tempo, passei a mão no vidro da janela, que estava embasado devido o ar condicionado ligao, e la fora estava minha motivação! Tinha uma obra e na obra tinha vários serventes de pedreiro carregando uns sacos de cimento imensos que davam medo só de olhar. Ai eu pensei, poxa, se o cara consegue trabalhar dia a dia, sol a sol e não está reclamando, porque eu que estou aqui no ar condiconado estou com a frescura de dizer que não consigo estudar. Estudar meu povo é muito fácil, dificil é passar a vida se fazendo o que não se quer fazer e comendo o que dá, nunca o que quer! Então motive-se do jeito que der, coloque um cartaz do carro do seu sonho, faça planos futuros e lembre-se, se você é muito feio, com dinheiro poderá se transformar no bonitinho do seu bairro, pois feio com dinheiro é um bonitinho arrumado!

Posso estudar com o apoio da interner?

Resposta: Aqui mora o perigo! Para estudar pela internet reserve um tempo determinado. Assim, se você estuda 5 horas por dia, reserve o final da noite para tirar dúvidas, não comprometa as suas 5 horas, pois internet é uma bomba, você vai usar o MSN, vai querer ver seu orkut, vai olhar o e-mail, enfim, literalmente vai “viajar” com sua preparação. O velho e bom método funciona que é uma beleza, ou seja, papel e caneta e muito, muito esforço.

CONCLUSÃO:Estarei presente todos os dias na preparação dos senhores. Minha contribuição vai além da figura do professor, estou aqui para “acessorar”, passar a experiêcia e não deixar que velhos erros colem em vocês. Tenham em mente que a preparação é árdua e a equação H+B+C=A (Horas + Bunda + Cadeira = Aprovação) deve estar presentes em todos os dias de nossas vidas. A dor da preparação é momentânea, contudo, a satisfação da conquista da vaga é eterna!

Notas do professor:

” As nossas decisões de hoje dirão quem somos no futuro. A maior dádica nos foi concedida, que é o livre arbitrio. Não culpe o mundo pelo seu insucesso, pelo contrário, agradeça todos dias a Deus por nos dar a oportinidade de escolhermos nosso próprio caminho. Podemos escolher agora o futuro que teremos, mas cada pessoa é única, eu por meu turno, quero simplesmente me ajustar ao meio, quero comer bem, morar bem, viajar, enfim, quero viver bem. Eu já tomei minha decisão, agora, falta você!”


Meus caros leitores, continuando a saga em busca da preparação ideal vou postar um plano de estudo padrão que desenvolvi na base do erro e do acerto. Vou aproveitar a proximidade do concurso da Polícia Federal e postar um modelo que fiz para o Concurso de 2009. Posso afirmar através da experiência que esse modelo se seguido a risca funciona muito bem, tanto que em 2009 eu fiquei muito bem classificado na prova de escrivão (dentro das vagas).

Ressalve-se que me preparei para esse concurso com pouco tempo e ainda por cima estudando para ministrar aulas. Contudo, sempre fui muito rigoroso com os horários de preparação. Trato o assunto Concurso Público de forma muito profissional, resultado foram os diversos concursos que passei.

Sem mais delongas segue abaixo um modelo de estudo seguido do respectivo manual de uso.

A planilha irá se basear para o concurso de Agente de Polícia Federal, o qual esta mais próximo a publicação do edital.

Matérias a serem distribuídas: PORTUGUÊS, RLM, INFORMÁTICA, DIREITO CONSTITUCIONAL, DIREITO ADMINISTRATIVO, DIREITO PENAL, DIREITO PROCESSUAL PENAL, LEIS ESPECIAIS, CONTABILIDADE, A.F.O, MICRO-ECONOMIA.

PLANEJAMENTO EM HORAS DE ESTUDO

MANUAL DO USUÁRIO:

(OS 10 PASSOS FUNDAMENTAIS)

Bem, agora vamos entender como funciona a tabela de estudo:

Passo 01) As matérias foram distribuídas de forma que aluno consiga estudá-las de uma forma circular, ou seja, ele não fica muito tempo sem ver a mesma matéria. Levando-se como exemplo que ele estude português e RLM na segunda-feira. Dessa forma, pela nossa tabela sábado ele estará revendo a matéria e já haverá passado por todas as matérias do edital. Não adianta tentar “zerar” a matéria para depois começar a estudar uma outra, pois se isso ocorrer o aluno não conseguirá armazenar o que foi estudado, pois ficará muito tempo sem contato com a matéria.

Passo 02) As matérias foram distribuídas de forma que o aluno estude sempre em dupla, ou seja, duas matérias por dia, esse – na minha opinião -, é o ideal. Assim ao separar matérias “co-irmãs”, ou seja, com conteúdos parecidos o aluno maximiza a preparação. Estudar Constitucional e depois Administrativo é uma forma de reforçar o que foi visto em uma matéria, pois os conteúdos são bem parecidos e se interligam.

Passo 03) Saber reservar os horários é fundamental, divida seu dia, estude uma matéria na parte da manhã e outra na parte da tarde. Deixe sempre a noite para o curso preparatório, o suporte de um professor direcionando você é fundamental.

Passo 04) Não se engane, para estudar precisamos de concentração, nessa hora, MSN, Orkut, telefone celular e outras distrações devem ser deixadas de lado. Um cantinho do pensamento é fundamental, estude no seu ambiente, sem barulho, com boa iluminação. Nessas horas, vale a criatividade, uma mesinha velha e uma luminária de luz branca de dez reais funcionam muito bem obrigado.

Passo 05) Seja rigoroso com seu estudo, o edital está próximo e você tem uma meta a ser batida, ou seja, 400 horas de estudo. Isso tudo sem contar a doideira que é o edital aberto. Ai temos que colocar na agenda os finais de semana, que serão reservados para resoluções de exercícios e os domingos para revisões e simulados. Esqueça a TV, o Faustão está lá a mais de dez anos, uns meses sem ele você não vai morrer!

Passo 06) Opa, não se esqueça que você está se preparando para área policial, então negão, reserve uma horinha por dia para malhar, correr e fazer barra, pois se isso não ocorrer na hora certa você passa na prova objetiva e toma pau no físico, ai o concurso já era.

Passo 07) Você pode revezar entre o estudo convencional e resolução de exercícios, ainda sobra os resumos, que são primordiais para as últimas semanas antes do certame, assim tem que estar tudo prontinho para o grande momento.

Passo 08) Essa história que você vai ficar maluco estudando não existe, esqueça os finais de semana, as cervejadas, as baladas. Reserve todas as suas forças para uma preparação eficaz.

Passo 09) Motivação é a palavra de ordem, motive-se como der e não deixe que a vida seja sua inimiga. Lute com as dificuldades e transforme-se em um vitorioso.

Passo 10) Boa sorte! Pois a sorte do concurseiro se dá quando a preparação encontra o momento certo!

Meu povo, hoje estou postando uma parte da preparação de vocês que deve –acima de tudo- ser observada de forma profissional. O simulado é a reta final de uma história de preparação e sem ele, a saga em busca da aprovação nos concursos públicos fica muito complicado.

Diante disso, frases prontas do tipo, ”Jogo é jogo, treino é treino, mas sem treinar ninguém joga bem!”, faz todo sentido diante da necessidade dessa ferramenta. Pensando nisso, vou colocar nessa postagem as fases que o concursando passa até chegar a aprovação e no final, darei os objetivos do simulado. Então preparem-se, pois essa postagem representará uma prévia da viagem que os senhores farão até a tão sonhada aprovação no concurso público.

FASE UM ( o início da preparação, aqui tudo é lindo)

Meus caros, quem chega no primeiro dia no cursinho está cheio de gás. Assim, esse cidadão é de fácil motivação, pois ele ainda não sabe o que o espera. Costumo dizer, que o difícil não é motivar o novo e sim o aluno antigo, pois o antigo está cansado de tomar pancadas. Dessa forma, sabe aquele primeiro dia no cursinho, então, prepare-se, pois esse é o único dia “feliz e tranqüilo” de sua saga!

FASE DOIS ( aprendendo a estudar)

Essa segunda fase o cursinho é fundamental, pois aqui ensinamos os alunos a se organizarem com o material e mais, damos o “caminho das pedras”. DAR O CAMINHO DAS PEDRAS é apresentar ao aluno as bancas examinadoras, seleção de exercícios, tópicos mais importantes e tudo mais que for relevante para uma preparação eficaz.

FASE 03 (estudar de mais o que gosta e sabe menos)

Aqui é fundamental que aluno comece a conscientização que o mais importante é estudar mais o que sabemos menos. Temos uma tendência em querer estudar muito mais o que já sabemos bem, mas o concurso pede o candidato que está preparado em todas as matérias. Uma matéria só transforma você em um bom professor, mas pode ter certeza, não vai passar você em bons concursos!

FASE 04 ( aprendendo a fazer exercícios de acordo com a banca examinadora)

Não adianta estudar se você não praticar, tente fazer o máximo de exercícios que puder, mas lembre-se, foque em uma banca examinadora. Vou dar exemplos distintos: A CESPE/UNB tem uma formatação toda dela e os professores ajudaram você a identificar onde se encontra os erros das questões. A FCC é uma banca mais “simples”, pois cobra em boa parte da prova – no caso das disciplinas de Direito -, muito texto de lei, apesar dessa tendência estar se modificando. Seja como for, exercícios são fundamentais. Ai fica a dica, procure um cursinho que de a você suporte de exercícios. O aluno não tem tempo de ficar em casa baixando, formatando e depois tentando – sem apoio -, resolver as questões, isso é fato!

FASE 05 ( OS SIMULADOS – A GRANDE JOGADA)

Meu povo, qualquer explicação em metáforas fica de melhor entendimento, então lá vai . Imaginem que você faça parte de um time de futebol e no domingo você é o goleiro. Imagine agora que você tomou uns frangos inimagináveis. Imagine agora se você pudesse ver o jogo antes de ele mesmo começar! Imagine que você – com auxilio de profissionais -, possa prever as jogadas dos atacantes e se antecipar evitando assim vários francos previsíveis! Então, essa é a lógica dos concursos públicos.

Meu filho, se você pode fazer vários “concursos simulados” para que desperdiçar essa chance! Simulados foram feitos para “simular” o dia da prova. Enganam-se quem acha que o simulado serve para medir conhecimento, esse é o último quesito. Vou colocar uma lista de vantagens do simulado e se você é igual a mim e quer se antecipar ao perigo, não perca essa oportunidade.

LISTA DE VANTAGENS DO SIMULADO

  1. Auxilia o entendimento do funcionamento da prova
  2. O aluno tem noção real do tempo de prova
  3. Treina o aluno a marcação correta no gabarito definitivo
  4. Auxilio no melhor momento de feitura da redação
  5. Treinar o controle do tempo e do nervosismo
  6. Descobrir suas dificuldades enquanto se faz o simulado é muito melhor do que descobri-las quando se está fazendo o concurso de verdade
  7. Ao conferir o gabarito, dá pra ter uma noção do que é preciso estudar mais, do que é preciso prestar mais atenção ou se o grande problema da prova está na falta de concentração.
  8. Para muitos, ter uma posição qualquer no ranking do curso não é muito estimulante, mas os concursandos precisam enxergar o simulado com outros olhos. Não é ele quem vai dizer se sua aprovação no concurso é garantida ou não. Pelo contrário, sua função é apontar para o aluno seus pontos fortes e, principalmente, os fracos.

CONCLUSÃO: O segredo para o sucesso é manter o foco e treinar bastante e com o concurso não é diferente. Para treinar, nada melhor que usar os simulados do cursinho como aliados. Quem acredita que o simulado não adianta nada na preparação do concurso, além de estar completamente enganado, está tirando de si uma oportunidade única de melhorar o autocontrole.

O PLANO DE ESTUDO COMPLETO

PARTE 01

Meus caros, estamos aqui as portas de 2011 e a nossa missão continua. Mudanças são necessárias para que a preparação torne-se profissional. Digo isso porque os concursos públicos no Brasil pedem extrema dedicação e chegou a hora de nos profissionalizarmos nesse campo.

Diante disso, vou postar O PLANO DE ESTUDO COMPLETO. Esse projeto irá ajudar você a concatenar as idéias e a se planejar. O projeto foi criado por mim através de muitos erros e acertos, agora alerto para o seguinte: – Não existe uma fórmula mágica que faça você passar em um bom concurso. O que existe na verdade são técnicas individuais que ajudam a maximizar a forma de estudar. No entanto, vocês poderão alterar de acordo com suas necessidades pessoais. Uso esse plano de estudo há muito tempo e através de erros e acertos cheguei a essa fórmula e espero – com toda sinceridade do mundo -, que ela possa ajudar você na preparação para o que costumo chamar de REALIZAÇÃO DE UM SONHO DE VIDA (aprovação no concurso público). Então, sem mais delongas vamos seguir com as instruções!

MONTAGEM DO PLANEJAMENTO DE ESTUDO:

Aqui estão presentes os 07 (sete) passos para que você consiga se planejar por completo. Tente dar muita atenção a cada um deles e repito: Esse estudo se deu por muitos erros e acertos na minha preparação e nem de longe é uma fórmula
“perfeita”. Assim, você verá que adaptações a sua realidade serão necessárias. De toda sorte vamos aos passos:

  1. ESCOLHA DO FOCO
  2. ESCOLHA DO “CANTINHO DO PENSAMENTO”
  3. DELIMITAÇÃO DA BANCA EXAMINADORA
  4. ESCOLHA DA BIBLIOGRAFIA
  5. DELIMITAÇÃO DO PESO DE E PRIORIDADE DAS MATÉRIAS
  6. ORGANIZAÇÃO DOS HORÁRIOS DE ESTUDO
  7. MONTAGEM DO PLANO DE ESTUDO OS 04 (QUATRO) PASSOS DA PREPARAÇÃO EFICAZ

PASSO 01

A ESCOLHA DA BANCA EXAMINADORA E DELIMITAÇÃO DO CONCURSO

Esse passo é de extrema necessidade, pois é aqui que você deve conhecer a banca examinadora e identificar suas tendências. Bancas como a CESPE/UNB seguem tendências que são previsíveis. O melhor aqui é que você tenha o suporte de um bom cursinho preparatório, pois os professores costumam conhecer muito bem a banca examinadora. Essas tendências – nós professores -, conhecemos muito bem, pois fazemos exercícios constantemente e nos atualizamos. O importante é que você tenha uma linha de pensamento e não estude errado ou estude demais. Dei como exemplo a CESPE/UNB, mas o seu foco pode ser a FCC, FGV, ESAF e tantas outras bancas que estão no mercado “abocanhando” os concursos Brasil afora.

É nesse passo que você também deve delimitar a escolha do concurso. Por exemplo, delimitar é escolher concursos que tenham editais pelo menos 80% compatíveis. Assim, se você está estudando para Polícia Federal, poderá sem problema algum se dedicar bastante a PRF ou a Agepen FEDERAL, bem como aos concursos de Polícia Civil dos Estados e tantos outros que tenham editais e bancas parecidas.

Dessa forma, no exemplo acima eu escolhi a área policial, esses concursos coadunam muito do edital, pense assim: Matérias como PORTUGUÊS, RLM, CONHECIMENTOS GERAIS, INFORMÁTICA, CONSTITUCIONAL, ADMINISTRATIVO, PENAL, PROCESSO PENAL, LEIS EXTRAVAGANTES são chamadas de matérias coringas para essa área, pois caem em todos os concursos. O que você deve se atentam é para as matérias que diferenciam um concurso do outro. Para se ter uma idéia se você estiver estudando para a Agente PF você deverá acrescentar, por exemplo, CONTABILIDADE, AFO E MICROECONOMIA, para PRF você deve acrescentar TRÂNSITO e para AGEPEN FEDERAL você acrescenta apenas direitos humanos.

Diante disso, o mais importante é não sair “rifando” por todos os lados. Não caia na tentação de ficar traçando de foco o tempo todo. Não adianta ficar estudando um ano para Polícia Federal e quando sair o edital enveredar para a área fiscal. Isso só vai fazer detonar sua confiança, pois você estará indo para um campo totalmente diferente de sua preparação, ai meu brother, o “pau” é certo! Então fica a dica:

DICA DO PASSO 01: Tente achar um bom cursinho que “dirija” você para as tendências da Banca examinadora. Procure conhecer a Banca a fundo e localize seus pontos determinantes. Escolha uma área de atuação e siga por ela até conquistar a sua aprovação e não caia na tentação do edital aberto. Fazer concurso por fazer é coisa de gente que não se prepara, pois sem responsabilidade não há remorso.

QUADRO EXEMPLIFICATIVO

PASSO 02

LOCAL APROPRIADO DE ESTUDO

Esse passo é primordial para uma preparação em “paz”. Digo isso, pois não tem como estudar com interferência externa. E acreditem, tudo é interferência externa! Dessa forma, não dá para estudar com alguém da família assistindo televisão ou estudar escutando música. Assim, você dever ter em mente que qualquer lugarzinho reservado com uma mesa, uma luminária e uma cadeira que não “empene” você pode se transformar no verdadeiro “cantinho do concurseiro”.

Diante disso, esse passo não é muito complicado e com boa imaginação e boa vontade, você conseguirá transformar um cantinho da sua casa em um verdadeiro “santuário” de estudo!

DICA DO PASSO 02: Não se apegue demais a esse ponto, pois aqui a solução é simples, para tanto estou colocando um foto de um espaço que você pode ter como idéia. O mais importante é tomar conta da luminosidade do ambiente, pois é ali que você ficará por várias horas do seu dia.

Meus caros concursandos, amanha segue a SEGUNDA PARTE do plano de estudo completo. Contudo, comece já a identificar os erros e com os passos 01 e 02 acerte de vez a preparação para 2011. Bons estudo e rumo à aprovação!!!

O PLANO DE ESTUDO COMPLETO

PARTE 02

PASSO 03

A TABELA DE ESTUDO

Meus caros, vou explicar nesse passo como montar uma tabela de estudo e o porque montar. Uma tabela de estudo é uma ferramenta indispensável para maximizar o estudo do concursando. Quem nunca teve aquela sensação de não saber o que vai estudar no dia. Assim, pega qualquer livro de qualquer matéria e sai folheando sem critério algum. E é ai que o plano de estudo entra. Temos a mania de estudar o que sabemos mais, porque é mais simples relembrar o que já dominamos e estudar a menos o que sabemos menos. Diante disso, o plano de estudo é a salvação para o concursando desorganizado – diga-se de passagem: 99% dos concursandos são extremamente desorganizados.

Vou postar aqui a imagem de uma tabela de estudo e passo a passo vou explicar como montaremos.

Pois bem, a tabela funciona da seguinte forma: A linha de cima marca as horas que você deve estudar cada matéria e a coluna marca as fases. Você deve começar a estudar a primeira fase e ir passando até chegar na última. Separamos as matérias de forma que você estude pelo menos duas matérias por dia. Ai você se pergunta, porque duas matérias por dia. Estuda-se duas matérias por dia porque em um planejamento como do INSS a cada 04 (quatro) dias você reve a matéria. Dessa forma, o que foi estudado esta sendo sempre relembrado. Nesse sistema, o ciclo de estudo se renova toda semana, você estuda e o que foi aprendido não sai da cabeça.

Outro fator positivo é que você estuda todas as matérias e pode colocar uma carga em matérias que tem um peso maior. Essa tabela tem como carga total 48 horas. Assim você vai estudando e pode ir voltando até completar o edital. Vou postar aqui a quantidade de horas de estudo por ciclo.

Nessa tabela que montei para o INSS, a cada ciclo completo de 48 horas o concursando estuda as horas postadas nessa tabela. Veja que programei mais horas para português, pois é a matéria que tem mais peso. Assim o concursando pode aumentar a carga das matérias que tem mais dificuldade e diminuir a carga das matérias que mais domina.

O importante é respeitar a carga horária. Imagine que você comece a estudar segunda feira. Separe o material de estudo e comece, quando der as duas horas de estudo pare imediatamente e passe para RLM. Marque onde parou para poder começar de novo quando a tabela alcançar novamente o português. Faça isso com todas as matérias até chegar ao fim do ciclo, depois disso analise se está a contento, faça as alterações na carga horária que achar necessário e comece tudo de novo. Lembre-se, estudar é continuidade, não podemos ser peritos em uma matéria e leigos em outras. Os concursos querem os medianos em todas as matérias.

Repare que aproveito as matérias “co-irmãs” e coloco-as juntas. Direito Constitucional deve ser estudado com Direito Administrativo, pois estudando uma estuda-se a outra também.

Fiz uma tabelinha para ser seguida por quem tem o dia todo para estudar. Organização é tudo. Se o concursando seguir esses passos por um prazo de 6 meses a dois anos, pode ter certeza, passará em qualquer concurso público. Agora, uma coisa é fato: Muita gente não pode seguir esse ritmo, pois as tarefas do dia simplesmente impedem. Assim, a palavra de ordem é adaptar a realidade!

Não podemos esquecer que os exercícios são importantes, assim você pode reservar horários específicos só para resolução de questões da banca examinadora.

Conclusão: Esse método é muito funcional e ao contrário do que muita gente pensa ele dá um rumo ao concursando. Ser organizado é chegar mais cedo à aprovação. Temos que ter em mente que um planejamento deve ser feito de médio a longo prazo e que de certo demoramos um pouco a “pegar o jeito” de estudar, mas depois que embalamos não paramos mais. Tanto é verdade que os verdadeiros concursando e concurseiros passam em vários concursos públicos. O perfeito é ter continuidade nos estudos e não ficar ansioso pela publicação do edital. Esqueça o edital e vá estudando, pois quando ele sair você estará no topo da cadeia alimentar e engolirá todos os seus concorrentes.

Forte abraço e DEUS É PAI!

Evandro Guedes

Professor de Direito Administrativo

Diretor do complexo de ensino Alfa Concursos Públicos e Alfa ON-LINE



Um comentário sobre:
RESUMO DO LIVRO "MANUAL DO CONCURSEIRO A GRANDE JOGADA". APRENDA A PASSAR EM CONCURSO PÚBLICO COM TÉCNICA!!!

  1. Osvaldilza Alves dos Anjos comentou em :

    Oi Evandro eu moro no interior da Bahia, tive a oportunidade de ver um vídeo de sua aula, gostei demais da sua aula, voces são bem dinamicos. Sou professora sabe como é um curso desse nivel deve ser muito caro né? vocês deviam dispor algumas bolsas de estudos ou cobrar uma taxa mais acessível para quem não pode participar das aulas presenciais. Sonho em participar de um concurso do nivel do alfa concurso. Ou quem sabe disponibilizar algum material para que pudessemos ter acesso. Espero resposta.
    Um grande abraço para você e quero parabenizar você e toda equipe pelo belo trabalho, da maneira que vocês contribuem fica mais fácil entender.
    Osvaldilza Alves dos Anjos.